Campeão olímpico de boxe é acusado de abuso sexual

Gonzalez foi preso em 29 de dezembro

Campeão olímpico de boxe em Los Angeles 1984, o americano Paul Gonzales, de 53 anos, foi acusado de abusar sexualmente de uma estudante de 13 anos. O Ministério Público de Los Angeles apontou ainda oito crimes de pedofilia ao antigo lutador, incluindo a violência contra a criança e posse de pornografia infantil.

Gonzales está na prisão com fiança estipulada em US$ 545 mil (R$ 1,760 milhão) e deverá comparecer a tribunal de Justiça ainda neste mês. Segundo o Orange County Register, Gonzalez cometeu as supostas ofensas enquanto trabalhava no Departamento de Parques e Recreação do Condado de Los Angeles como treinador de boxe juvenil no Eddie Heredia Boxing Club.

Campeão olímpico de boxe é acusado de abuso sexual
Campeão olímpico de boxe é acusado de abuso sexual


De acordo com a Polícia de Los Angeles, Gonzalez foi preso em 29 de dezembro após um relatório feito por um membro da família da estudante.

- Com base nas alegações neste caso, e o fato de suspeitar que Gonzales treinou e orientou crianças no ginásio de boxe nos últimos dez anos, os detetives acreditam que pode ter havido outras crianças no passado que foram atacadas sexualmente por suspeitas Gonzales - disse a declaração do departamento de polícia de Los Angeles.

Gonzalez conquistou uma medalha de ouro na categoria peso leve, até 48 kg. Ele também ganhou uma medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos de 1983 em Caracas.

Fonte: Com informações do GE
logomarca do portal meionorte..com