Canoísta da seleção brasileira é encontrado morto no litoral de SP

A hipótese é de que ele tenha passado mal.

Neste domingo (01/10), o corpo do canoísta Diego Bichir foi encontrado no canal de Bertioga, litoral Norte de São Paulo. Segundo informações da tripulação do Corpo de Bombeiros, desde a última sexta-feira (28), a família tinha relatado o sumiço do atleta que tinha saído para remar e não tinha mais voltado. Por conta disso, buscas áreas e marítimas foram feitas, utilizando-se de botes, lanchas e aeronave.

A avó e o primo do canoísta foram as ultimas pessoas que tiveram contato com ele. 40 minutos após ter começado a remar a canoa e os remos de Diego foram encontrados pelos bombeiros.

No entanto, o corpo foi somente encontrado três dias depois, perto do Sesc Bertioga e foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Santos. Assim, a causa da morte será investigada e a suspeita é de que o atleta tenha passado mal durante o treino. A data e local do velório e sepultamento ainda não foram divulgados pela família, mas deve acontecer nesta segunda-feira (2).

Aos 35 anos de idade, Diego tinha pelo menos 10 anos de atuação na canoagem e se preparava para participar do campeonato Sul-Americano, que acontecerá em novembro, no Peru.

Canal de Bertioga (Crédito: Brucutus Canoagem)
Canal de Bertioga (Crédito: Brucutus Canoagem)
Diego Bichir era canoísta da seleção brasileira (Crédito: Reprodução)
Diego Bichir era canoísta da seleção brasileira (Crédito: Reprodução)


Fonte: Com informações do IG
logomarca do portal meionorte..com