CBF quer homenagem em jogo entre Chapecoense e Atlético-MG

Imunidade ao rebaixamento nos próximos anos será discutido

A prioridade da CBF no momento é dar suporte aos feridos e aos familiares das vítimas da tragédia da Chapecoense. Porém, a entidade deixou claro que não vai se opor a qualquer homenagem ao clube catarinense. A começar pela última rodada do Campeonato Brasileiro.

A assessoria de imprensa da confederação afirmou que Chapecoense e Atlético-MG vão se encontrar na última rodada do Campeonato Brasileiro. A partida está marcada para 11 de dezembro, às 17h (de Brasília), assim como os outros confrontos do dia. A ideia é que seja feita uma homenagem na Arena Condá, com participação direta do clube mineiro. Ivan Tozzo, presidente em exercício da Chapecoense, falou sobre a conversa que teve com Marco Polo Del Nero, presidente da CBF.

"Ainda não pensamos (sobre como será a partida). Conversei com o presidente Del Nero sobre a partida contra o Atlético-MG. Ele disse: "Este jogo tem que acontecer. Tem que ser uma grande festa". Respondi: "Não temos 11 jogadores". Ele disse: "Tem sim. Vocês têm categoria de base, os jogadores que ficaram. Não importa. Tem que fazer uma grande festa. Chapecó e a Chapecoense merecem" - afirmou Ivan Tozzo.

Encontro entre Chape e Galo será realizado na Arena Condá (Crédito: David Abramvezt)
Encontro entre Chape e Galo será realizado na Arena Condá (Crédito: David Abramvezt)

Com o adiamento em uma semana da rodada final do Brasileiro, muitos jogadores não teriam condições de defender seus clubes atuais, pois os contratos entre eles terminam em 5 de dezembro, segunda-feira que seria o primeiro dia após o término da disputa. Para a resolução desse problema, o presidente Marco Polo Del Nero já deixou a Diretoria de Registro e Transferência em alerta. Provavelmente, tais acordos serão prolongados por uma semana, e a CBF arcará com os custos extras dos mesmos.

Outras medidas em forma de apoio ao Verdão do Oeste estão sendo discutidas, como a impossibilidade de rebaixamento no Brasileiro pelos próximos três anos. Alguns clubes da Série A também já manifestaram interesse em disputar a rodada final com o uniforme da Chape, além de emprestarem jogadores sem custo ao time catarinense. 

Imunidade ao rebaixamento

A CBF afirma que a possibilidade da Chapecoense não ser rebaixada no Campeonato Brasileiro nas próximas três temporadas será discutida ainda em dezembro deste ano, no arbitral dos clubes. É neste evento que é definido o Regulamento Geral das Competições da próxima temporada.

Uso de camisas da Chape pelos demais clubes

Alguns clubes já entraram em contato com a CBF para terem a autorização de vestirem o uniforme da Chapecoense na última rodada do Brasileirão. A entidade não vê problema nisso e acredita que o único entrave que pode acontecer é a fornecedora de material da Chape, a Umbro, não conseguir disponibilizar o necessário. Principalmente se todos os clubes decidirem participar da homenagem, tendo em cada jogo uma equipe com o uniforme principal e outra com o reserva.

Clubes querem emprestar jogadores sem custo 

A CBF não se opõe à medida - já praticada e regulamentada nas competições. A entidade só terá um trabalho maior por conta das transferências em massa que serão feitas com a Chapecoense.

Fonte: Com informações do GloboEsporte.com