Chapecoense nega interesse em contratar goleiro Bruno

Clube se manifestou no Twitter após boatos.

A Chapecoense negou que seja uma das equipes interessadas na contratação do goleiro Bruno, que ficou preso por seis anos, suspeito de participar do assassinato da ex-amante, Eliza Samudio. Após o advogado dele, Luan Veloso Coutinho, afirmar que dois times da Série A do Brasileiro estão interessados no ex-atleta do Flamengo, o Leão catarinense tratou de desmentir que seria uma dessas equipes. Neste sábado, pelo seu Twitter oficial, o time disse que tudo não passa de boato.

"Os boatos sobre a Chape e o goleiro Bruno são falsos. A Chape está muito bem representada com os paredões do elenco!", escreveu o perfil do clube.

Bruno tem propostas de clubes como Friburguense e Brasiliense e. Ele foi solto por uma liminar do Supremo Tribunal Federal (STF) e já ensaia um retorno aos campos de futebol, segundo seu defensor. Bruno cumpria pena desde 2010.

"O Bruno ainda está analisando outras propostas. Quase dez clubes já se interessaram. Não podemos falar todos agora por questão de contrato. Em no máximo dez dias ele deve anunciar o seu novo clube", explicou o advogado.

Segundo Coutinho, Bruno já voltou a se exercitar para voltar aos campos. Ele está em forma, garante o advogado, mas ainda precisa ganhar massa muscular para disputar um campeonato.

O jogador ainda tem contrato ativo na CBF com o Montes Claros, de Belo Horizonte, com quem assinou em 2014 um compromisso até 2019. O presidente do clube, Ville Mocelin, afirmou que teria uma conversa com os advogados do goleiro. Desde 2014, o Montes Claros está fechado por dificuldades financeiras.


Fonte: Com Informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com