Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Chora, Boca! Kaká dá o tetra para o Milan

Chora, Boca Juniors! Kaká dá o tetra para o Milan

Chora, Boca! Kaká dá o tetra para o Milan
Chora, Boca! Kaká dá o tetra para o Milan | GloboEsporte
Compartilhe

Com boa atua??o do melhor do mundo Kak?, o Milan bateu o Boca Juniors por 4 a 2 em Yokohama, neste domingo, e tornou-se tetracampe?o mundial de clubes. A conquista fez com que os milanistas superassem o Boca em n?mero de t?tulos mundiais, e impediu que os argentinos chegassem ao d?cimo campeonato, marca com a qual ultrapassariam o Brasil (que tem nove) como maiores vencedores dessa competi??o.

Kak?, que provavelmente ser? anunciado como melhor jogador do mundo nesta segunda-feira, fez o que se espera de um brasileiro diante de um time argentino: arrebentou. Ele marcou um (o terceiro, assista ao lado) e deu passe para os dois de Inzaghi, al?m de infernizar a defesa do Boca. Para completar a festa brasuca, Emerson e Cafu, que come?aram no banco, tamb?m entraram, para poderem tirar tamb?m sua casquinha sobre os maiores rivais.

Foi uma goleada hist?rica que vingou os italianos da derrota para esses mesmos rivais em 2003, marcou a primeira conquista europ?ia neste novo formato de disputa, e consagrou Kak? como melhor jogador do mundo em 2008.

Equil?brio

Os primeiros minutos em Yokohama foram de forte marca??o do Boca. Mas o Milan, aos poucos, come?ou a encontrar espa?os. Aos cinco, numa bobeira da defesa, Seedorf deu belo passe para Inzaghi que, livre na direita, tocou cruzado fraco, rente ? trave de Caranta.

O Boca, bem postado na defesa, tentava chegar em contra-ataques, mas sem muito perigo. O maior susto para a defesa milanista foi uma sa?da errada de Dida aos 10 minutos.

Os argentinos, com o passar do tempo, come?aram a se abrir e a buscar mais o jogo, e aos 20 minutos, saiu dos p?s de Palermo o primeiro chute a gol argentino.

Mas a resposta italiana foi mortal e imediatam, e na jogada seguinte, Inzaghi, ap?s bela jogada de Kak? pela esquerda, abriu o placar (veja como foi ao lado).

O jogo finalmente ganhava em emo??o. E um minuto depois, o Boca empatou. Palacio recebeu um cruzamento da esquerda de Morel Rodriguez na pequena ?rea, Dida n?o saiu e viu o argentino cabe?ear e igualar tudo.

A segunda metade da primeria etapa foi bem melhor. O Milan era superior, mas o Boca tornava-se mais eprigoso nos contra-ataques, e a torcida argentina, sentindo a melhora, n?o parava de incentivar.

O Milan tinha mais posse de bola e op?es de ataque, mas o Boca aos poucos conseguia chegar com mais perigo no ataque, principalmente gra?as a falhas na defesa italiana.

Os ?ltimos minutos tiveram emo?es fortes para os dois lados. Aos 42, Kak? chutou, mas bola resvalou na zaga e foi a escanteio. Dois minutos depois, Seedorf bateu de fora da area para defesa firme de Caranta. E nos acr?scimos, Palacio, em contra ataque r?pido, marcou, mas o bandeira marcou impedimento, e os dois times foram para os vesti?rios com o 1 a 1.

Emo??o e Tens?o

O segundo tempo come?ou com tudo, e aos 4 minutos Nesta desempatou para os rubro-negros (assista ao lado). Com a vantagem o Mllan cresceu e assumiu o controle da partida. Kak? passou a arriscar mais, e os italianos levavam cada vez mais perigo ao gol do Boca.

Mas com um time como o Boca n?o se pode dar mole. E aos 13, Ibarra, de fora da ?rea, botou na trave de Dida.

Parecia que os argentinos iam se animar, mas aos 15, Kak? fez jogada pela esquerda, chutou fraco, e Caranta aceitou. Ap?s o gol, o brasileiro exibiu uma camiseta por baixo com mensagem religiosa, o que ? proibido pela Fifa, mas o juiz?o deixou passar e n?o o advertiu.

Com 3 a 1, o t?tulo ficava mais perto. E ficou mais ainda quando Inzaghi, ap?s outro passe de Kak?, fez o quarto (assista ao lado).

Aos 30, Kaladze fez falta violenta em e foi expulso, deixando o Milan com uma a menos. O Boca cresceu, e, aos 35, Dida impediu que Palermo diminu?sse.

Mas o segundo gol argentino saiu aos 40, quando Ambrosini chutou contra a pr?pria meta ap?s outra grande defesa de Dida. Mas n?o adiantava mais, e o Milan comemorou merecidamente o t?tulo de Campe?o Mundial de 2008.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar