Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Acesse a versão para celular

Com gol de Sassá, Botafogo vence o Bangu por 2 a 0 pela Taça Rio

No reencontro com Loco Abreu, Botafogo vence o Bangu

Com gol de Sassá, Botafogo vence o Bangu por 2 a 0 pela Taça Rio
sds | Reprodução
Compartilhe
Google Whatsapp

O jogo contra o Bangu era especial pelo reencontro com um antigo ídolo. E ficou ainda melhor pela vitória em Moça Bonita, onde não triunfava desde 2001 contra o adversário. Com gols de Sassá e Joel, o Botafogo venceu o Alvirrubro por 2 a 0 na sua primeira parte enfrentando, do outro lado, Loco Abreu.

Apesar do domínio inicial, a primeira grande chance de gol foi do Bangu, logo aos 4 minutos. E veio com o uruguaio. Loco conseguiu cabeciar nas costas de Igor Rabello, sozinho, obrigando Saulo a fazer grande defesa. Mas, depois do susto, o Botafogo controlou melhor a posse de bola. No 4-3-3 de Jair - que teve o auxiliar Emílio Faro na beira do campo, já que foi expulso no Clássico Vovô - Montillo circulava com Rodrigo Pimpão e Joel aberto nas pontas. 

E foi na primeira finalização no alvo, aos 19, que o camaronês abriu placar. Roger tentou de longe, de bico, e o goleiro Márcio deu rebote. Joel - que acabou sendo uma das surpresas entre os titulares, assim como Igor Rabello na zaga - aproveitou e marcou o seu primeiro gol com a camisa do Glorioso. 

O que caminhava para ser um primeiro tempo tranquilo acabou mudando de panorama aos 34 minutos. Pimpão - de forma exagerada - cometeu duas faltas no espaço de três minutos, recebendo cartão em ambas. Expulsão e o Glorioso complicando uma partida que parecia bem encaminhada. 


Na segunda etapa, a equipe de Roberto Fernandes esbarrava em suas próprias limitações técnicas. As melhores chances eram criadas em cruzamentos na área. Bruno Luiz tentava explorar as costas de Victor Luís, enquanto Guilherme se dava bem em cima de Marcinho. 

Do outro lado, o Botafogo se limitou a controlar as ações, povoar o meio e explorar a velocidade, que veio com as boas entradas de Fernandes e Sassá. Na primeira jogada da dupla, o atacante serviu o meia, que acabou isolando. Aos 39, Fernandes retribuiu o favor: sofreu pênalti de Márcio, após lançamento de Guilherme. Sassá cobrou com categoria, dando números finais ao confronto.


Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp
Carregar os comentários (0)

comentários

fechar comentários
Nenhum comentário feito até o momento

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto