mais

Com pênalti polêmico de Messi, Argentina vence Equador na Bombonera

Camisa 10 garante vitória na estreia com gol solitário em penalidade polêmica. Partida conta com pouca criatividade e apenas sete finalizações: quatro para argentinos, e três para os equatorianos

Depois de quase um ano, a Argentina voltou a campo com algumas caras novas, mas algo não muda: Messi salva. Com gol solitário de pênalti do camisa 10, a Albiceleste venceu o Equador por 1 a 0, na Bombonera, na estreia pelas eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo. Foi o suficiente em uma vitória com ressalvas. A penalidade foi polêmica. E a partida foi de pouca criatividade dos dois lados.

A Argentina garante os seus primeiros três pontos e agora se prepara para ir a La Paz e enfrentar a Bolívia na próxima terça-feira. O Equador tenta conquistar seus primeiros pontos em partida diante do Uruguai, em casa, em Quito, também na próxima terça.

Messi comemora vitória da Argentina (Foto: Getty Images)Messi comemora vitória da Argentina (Foto: Getty Images)

Os 90 minutos

Foram 90 minutos e só sete finalizações. Duas no alvo, ambas da Argentina. O jogo foi pouco atrativo. A Argentina sofreu com vários desfalques, entre eles Dybala, com problema intestinal, e os lesionados Lo Celso e Agüero. Di María sequer foi chamado. Ocampos, destaque do Sevilla, surgiu como novidade no ataque ao lado de Messi e Lautaro e se destacou com boa movimentação. Foi ele quem sofreu o pênalti do jogo

Aos 12 minutos, Estupiñán deu carrinho na área e derrubou o camisa 11. Messi cobrou a penalidade e converteu: 1 a 0. O segundo tempo contou com um Equador mais agressivo, mas sem criatividade. Armani foi pouco ameaçado. A Argentina assustou com boas finalizações de Ocampos, nos minutos iniciais, e De Paul, no último lance. Mas foi só.

Maior artilheiro da história da seleção argentina, Messi garantiu a vitória desta quinta com o seu 71º gol pela equipe. O pênalti veio em lance polêmico. Ocampos foi derrubado na área após carrinho de Estupiñán. Segundo o ex-árbitro e comentarista Paulo César de Oliveira, na Central do Apito, foi uma disputa de bola normal, e o equatoriano conseguiu fazer um desarme limpo. A penalidade foi marcada pelo juiz chileno Roberto Tobar, e o camisa 10 converteu.

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail