Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Como festa com strippers levou companheiro italiano de Neymar para PSG

Vice-artilheiro do Paris Saint-Germain na temporada, o italiano Moise Kean tem sido uma arma importante da equipe

Compartilhe

Vice-artilheiro do Paris Saint-Germain na temporada, o italiano Moise Kean tem sido uma arma importante da equipe francesa para resolver jogos, principalmente quando os astros Neymar e Kylian Mbappé não estão em campo. As informações são do Uol.

Mas o centroavante de 20 anos dificilmente estaria hoje vestindo a camisa do clube que manda no futebol do país que venceu a última Copa do Mundo se não fosse uma festa com strippers que fez com que ele se queimasse em seu antigo time, o Everton.

Em abril, quando a Europa vivia o auge da quarentena para conter a proliferação da pandemia de Covid-19 e pedia para que todo mundo se isolasse em casa e evitasse contato com outras pessoas, o atacante contratou várias dançarinas profissionais para irem à sua casa animar uma festa com ele e seus amigos.

Vice-artilheiro do Paris Saint-Germain na temporada, o italiano Moise Kean-Foto: Getty Imaes

As cenas (super sensuais) da festa foram parar as redes sociais, viralizaram na internet, desagradaram o técnico Carlo Ancelotti e irritaram bastante a diretoria da equipe inglesa. O Everton chegou a emitir um comunicado oficial reprovando a "atitude inaceitável" do atacante e dizendo ter ficado "chocaco" e "desapontado" com a decisão de Kean de furar a quarentena para promover uma festança de cunho sexual. Além disso, multou o italiano.

As cenas (super sensuais) da festa foram parar as redes sociais, viralizaram na internet, desagradaram o técnico Carlo Ancelotti e irritaram bastante a diretoria da equipe inglesa. O Everton chegou a emitir um comunicado oficial reprovando a "atitude inaceitável" do atacante e dizendo ter ficado "chocaco" e "desapontado" com a decisão de Kean de furar a quarentena para promover uma festança de cunho sexual. Além disso, multou o italiano.

Em busca de um novo centroavante para suprir a saída de Edinson Cavani, o PSG resolveu arriscar, mas com muita prudência. Contratou o jovem centroavante, mas, por enquanto, apenas por empréstimo de um ano. Os primeiros dias de Kean em Paris têm sido muito melhores do que os que ele viveu em Liverpool.

O italiano já marcou cinco vezes em sua recém-iniciada passagem pela França. Além disso, foi o herói da única vitória do time na Liga dos Campeões (contra o Basaksehir) até o momento, vem se destacando na Ligue 1 e só perde para Kylian Mbappé (sete gols) na artilharia do PSG na temporada.

 O bom momento vivido no futebol francês tem mantido Kean nas convocações do técnico Roberto Mancini para a seleção. O centroavante foi poupado no amistoso contra a Estônia, na quarta-feira, mas deve ser aproveitado nos jogos contra Suíça e Gales, na próxima semana, pelo Grupo 1 da Liga das Nações.

O jovem estreou pela equipe principal da Azzurra há dois anos e já disputou oito partidas com a pesada camisa tetracampeã mundial. Ele foi às redes duas vezes, contra Finlândia e Liechtenstein, mas não marca desde março de 2019.

 No Campeonato Francês, o PSG volta a campo no dia 20, quando visita o Monaco. O time de Kean, Neymar e Mbappé mais uma vez lidera a competição e já conseguiu abrir cinco pontos de vantagem para o segundo colocado, Lille.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar