Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Corinthians marca no início, segura pressão e vence o Athletico-PR

O alívio aos corintianos, que passaram quase o tempo todo no campo de defesa mesmo diante dos reservas do Furacão, só veio aos 41 minutos da etapa final.

Compartilhe
Google Whatsapp

A Arena da Baixada definitivamente não amedronta o time do Corinthians. Na tarde desse domingo (19), a equipe alvinegra conquistou sua nona vitória dentro do estádio do Athletico-PR e igualou o número de triunfos dos mandantes no confronto, que também registra seis empates.  As informações são da Gazeta Esportiva.

Apesar dos momentos distintos e das circunstâncias peculiares, o Timão conseguiu abriu o placar logo aos 13 minutos. Vital descolou um escanteio pela esquerda e Jadson, na segunda tentativa, encontrou Vagner Love totalmente livre no segundo pau. Marcio Azevedo e o goleiro Caio vacilaram, e o camisa 9 pôde comemorar seu primeiro gol na competição.

Dessa vez a partida foi válida pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro e envolveu um time inteiro de reservas do Furacão, mais preocupado com as finais da Recopa Sul-Americana. Quarta, o duelo de ida contra o River Plate acontece em Curitiba.

Matheus Meneses/Gazeta Press

A escalação alternativa de Thiago Nunes colocou ainda mais pressão em cima do Corinthians, que vinha de apenas uma vitória no Brasileirão. Aliás, era também o único triunfo alvinegro nos cinco desafios anteriores.

O Timão precisava da vitória, e ela veio. Por 2 a 0, graças a gols de Vagner Love e Pedrinho. Resultado esse que levou o Corinthians a oito pontos, agora na 8ª colocação, e derrubou o Furacão para o 10º lugar, com um ponto a menos.

Jadson e Love foram apostas de Carille para os lugares de Sornoza e Boselli. As surpresas continuaram com Urso de volta ao time titular e Ramiro escalado na ponta direita.

Apenas da vantagem conquistada logo cedo, a ideia de jogo do professor corintiano não vingou. Com uma média de idade de 24 anos, a equipe do Athletico chegou ao intervalo com 60% de posse de bola.

Uma cabeçada inacreditavelmente desperdiçada por Lucas Halter e um gol corretamente anulado pelo bandeira, e confirmado pelo VAR, foram só dois lances de tantos sustos que os visitantes levaram.

Assista aos gols e melhores momentos da partida:


Na etapa final, a pressão continuou, e a eficiência da defesa tricampeã paulista caiu. Cássio passou a ser exigido. Sorte do Corinthians ter um arqueiro de Seleção Brasileira, que segurou a onda atrás e, de novo, contou com o VAR quando Braian Romero mandou para as redes.

O alívio aos corintianos, que passaram quase o tempo todo no campo de defesa mesmo diante dos reservas do Furacão, só veio aos 41 minutos da etapa final. Pedrinho foi muito inteligente ao perceber o quique da bola e, em dois movimentos, tirou a marcação e tocou de cabeça por cobertura de Caio.

Um futebol nada vistoso, mas que rendeu ao time de Carille três pontos importantíssimos. Agora, o foco é na Copa Sul-Americana. Quinta, o desafio é na Venezuela, contra o Deportivo Lara, pela segunda fase. Sábado, na Arena de Itaquera, tem clássico com o São Paulo.

Já o Athletico, que apesar do bom jogo, pecou pela falta de pontaria de seus atacantes, tem o River Plate na quarta, pela final da Recopa Sul-Americana, e depois encara o Flamengo, domingo que vem, no Rio.




Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se