A noite parecia desastrosa para o Corinthians, que levou um gol do Guarani, em plena Neo Química Arena, com menos de um minuto de jogo, nesta terça-feira. No entanto, na abertura da quarta rodada do Campeonato Paulista, o Timão foi atrás do prejuízo e, com gols de Róger Guedes e Fábio Santos, virou o marcador para 2 a 1 e chegou à liderança do grupo C.

Corinthians vence o Guarani de virada  Foto: Danilo Fernandes / Meu Timão Corinthians vence o Guarani de virada  Foto: Danilo Fernandes / Meu Timão 

Um ponto que preocupa, porém, foi a perda de Maycon, que sentiu o posterior da coxa esquerda e precisou ser substituído ainda no primeiro tempo. Vale lembrar que ele havia sido poupado no jogo anterior, no empate com a Inter de Limeira. Fausto Vera não esteve à disposição em nenhum dos duelos por entorse no tornozelo. 

Na tabela  

Com o resultado, o Alvinegro foi para a liderança do grupo C, com sete pontos, mas pode ser ultrapassado, já que o São Bento, que tem cinco, ainda joga na rodada. Já o Bugre estacionou na segunda posição do grupo B, com quatro pontos.

E agora?

O próximo compromisso do Corinthians acontecerá apenas no domingo, em seu primeiro clássico do ano, contra o São Paulo, no Morumbi, às 18h30 (de Brasília). Já o Guarani visita o Botafogo-SP um dia antes, no sábado, às 20h40 (de Brasília), no estádio Santa Cruz.

O jogo

Com apenas um minuto marcando no relógio, Diogo Matheus, pela direita, tabelou com Bruno Michel, cruzou para o meio da área e encontrou Bruninho, que apareceu livre e finalizou para fazer 1 a 0. Pouco depois, Richard Ríos finalizou de longe, com defesa tranquila de Cássio.

O Bugre seguiu pressionando, enquanto o Corinthians não se encontrava no jogo. Aos oito minutos, Careca cabeceou com certo perigo após cruzamento e, pouco depois, Bruno Michel chutou por cima do gol.

A resposta veio em roubada de bola de Yuri Alberto, que passou para Renato Augusto. O camisa 8 chutou com perigo, obrigando grande defesa de Kozlinski. Minutos depois, tiroteio na área, com nova bela intervenção do goleiro em chute de Róger Guedes.

Depois do susto inicial, que culminou no gol do Guarani, o Time do Povo conseguiu colocar a bola no chão e, com menos erros, chegar outra vez com Guedes, em chute cruzado, para fora.

Perto dos 30 minutos, porém, Maycon colocou a mão na posterior da coxa esquerda e precisou ser substituído. Roni foi a escolha de Fernando Lázaro.

Somente aos 37 é que houve um novo lance de perigo, quando Guedes, novamente, apareceu para cabecear ao gol, mas acabou fazendo falta em Kozlinski. Pouco depois, o camisa 10 recebeu na frente do gol, mas chutou muito embaixo da bola e isolou. Yuri Alberto, depois de ajeitada de Fagner, cabeceou com perigo.

Já aos 43, Fábio Santos recuperou a bola no meio e passou para Roni, que arriscou de longe e levou perigo. Em rápida troca de passes entre Yuri, Du, Róger e Renato, o camisa 8 chutou em cima da zaga. Na cobrança do escanteio, Gil cabeceou quase raspando na trave.

Depois de tanto martelar, enfim o Corinthians chegou ao empate em jogada que começou com Fagner na direita, invertida para Renato e, por fim, Róger Guedes, que empurrou para o fundo das redes.

Giuliano e reação corintiana

No retorno do intervalo, Giuliano entrou no lugar de Du Queiroz. Aos dois minutos, Renato Augusto foi derrubado na entrada da área, mas o árbitro mandou o jogo seguir. A resposta veio com Nicolas Careca, que não teve visão de jogo para passar a bola e acabou perdendo a bola.

No entanto, logo em seguida, Giuliano recebeu pela direita, cruzou para a área, Yuri desviou de cabeça e Fábio Santos cabeceou caindo, mandando a bola para o fundo do gol, virando a partida.

Mesmo assim, o duelo seguiu bastante movimentado. O Bugre chegou com perigo pouco depois, quando Bruno Michel recebeu livre dentro da área e cabeceou à direita de Cássio.

O Guarani passou a buscar espaços na defesa corintiana, mas encontrou dificuldades. Aos 19, Yuri Alberto finalizou, mas a bola ficou com o goleiro. O Timão chegou novamente aos 26, em cobrança de falta alçada na área e nova cabeçada de Gil.

Depois disso, Fernando Lázaro promoveu as entradas de Romero e Cantillo nos lugares de Yuri e Renato. O paraguaio, aliás, protagonizou um belo lance, em que driblou três jogadores adversários, um deles amarelado.

Aos 37 minutos, o Bugre chegou com muito perigo em cruzamento pela direita, direto para Jenison, que obrigou grande defesa de Cássio. Na sequência, Rafael teve chute bloqueado por Giuliano. Mais uma vez, o time adversário quase empatou após chegar em uma desorganizada defesa. Cássio ainda apareceu para encaixar firme, no meio do gol, cabeçada de Jenison, já nos acréscimos.

Ficha técnica 

CORINTHIANS 2 X 1 GUARANI

Local: Neo Química Arena, em São Paulo (SP)

Data: 24 de janeiro de 2023 (terça-feira)

Horário: às 20h (de Brasília)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira

Auxiliares: Anderson José de Moraes e Diego Morelli de Oliveira

VAR: Marcio Henrique de Gois

Cartões amarelos: Leandro Vilela (Guarani)

GOLS: Guarani: Bruninho, a 1 minuto do 1º tempo; Corinthians: Róger Guedes, aos 46 minutos do 1º tempo; Fábio Santos, aos 7 do segundo tempo.

Público total: 39.441 pessoas // Público pagante: 39.216 pessoas

Renda: R$ 2.335.445,00

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Gil e Fábio Santos; Du Queiroz (Giuliano), Maycon (Roni), Renato Augusto e Adson (Cantillo (Bruno Méndez)); Róger Guedes e Yuri Alberto (Romero). Técnico: Fernando Lázaro.