CR7 é suspenso por 5 jogos após expulsão e empurrão em juiz

Com a punição, CR7 vai desfalcar a equipe no jogo de volta.

O Juiz Único de Competição suspendeu Cristiano Ronaldo por cinco partidas depois da expulsão e do empurrão no árbitro do jogo entre Real Madrid e Barcelona. Revoltado com o cartão vermelho, o atacante reclamou com o juiz Ricardo de Burgos Bengoetxea e o empurrou antes de deixar o campo, no Camp Nou.

Com a punição, CR7 vai desfalcar a equipe no jogo de volta contra o Barcelona, na próxima quarta-feira. Na decisão, o craque foi punido por um jogo pelo cartão vermelho e levou o gancho de outras quatro partidas pela infração disciplinar. O empurrão ainda gerou uma multa de 1,4 mil euros (R$ 5,2 mil) para o Real e de 3 mil euros (R$ 11 mil) para o atacante.

Com a punição, CR7 vai perder a outra partida da final da Supercopa da Espanha, no Santiago Bernabéu, na próxima quarta-feira, e os duelos contra La Coruña, Valencia, Levante e Real Sociedad no Campeonato Espanhol.

O jogador recebeu o primeiro amarelo por tirar a camisa depois do gol e acabou expulso ao cair na área e pedir pênalti. O juiz da partida interpretou que o craque merengue simulou a penalidade.

Segundo o código disciplinar da Federação Espanhola, a punição prevista para lances do tipo, ainda que “levemente violento”, é de uma suspensão de quatro a 12 jogos.

“Puxar, empurrar ou chacoalhar, ou uma atitude similar em relação ao árbitro, ainda que levemente violenta, sem a confirmação de uma atitude violenta de sua parte, será punida com a suspensão de quatro a 12 jogos”, diz o regulamento.

Na temporada passada, o atacante Marko Livaja, do Las Palmas, também empurrou um árbitro durante o Campeonato Espanhol e pegou cinco jogos de gancho – um pelo cartão vermelho, outros quatro pelo empurrão.

Fonte: Com informações do Extra
logomarca do portal meionorte..com