Defesa de Guerrero envia pedido para interromper suspensão

O pedido foi feito ao Comitê Disciplinar da Fifa.

A defesa do atacante Paolo Guerrero entrou nesta quinta-feira com um pedido de medida cautelar na Fifa para tentar interromper a punição preventiva de 30 dias do jogador. O peruano teve um resultado analítico adverso no teste antidoping realizado após a partida contra a Argentina, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

O pedido foi feito ao Comitê Disciplinar da Fifa, em primeira instância, e a expectativa é de que uma resposta seja dada até esta sexta-feira. Caso seja recusado, a defesa de Guerrero vai à Câmara de Apelação da Fifa tentar a liberação do atacante. A última tentativa, se necessário, será o Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), na Suíça.

A defesa do centroavante acredita que é possível conseguir a medida cautelar antes do segundo jogo da repescagem das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Caso o pedido seja aceito, Guerrero poderá jogar a partida decisiva, que está marcada para o próximo dia 16, no estádio Nacional do Peru, em Lima, à 00h15 (de Brasília), e será liberado para atuar enquanto o caso é julgado.

Também nesta quinta-feira, foi aberta em Colônia, na Alemanha, a contraprova do teste antidoping de Guerrero. O resultado pode sair em até cinco dias, mas a defesa espera ter acesso nesta sexta-feira.

Enquanto isso, Guerrero segue no Peru. O Flamengo aguardava o retorno do jogador aos treinamentos nesta quinta-feira, mas ele permaneceu em Lima aguardando uma resposta ao pedido feito à Fifa. Punido, ele só pode treinar em horários diferentes aos do restante do elenco rubro-negro, mas pode utilizar o Ninho do Urubu.

Fonte: Com informações do Globo Esporte
logomarca do portal meionorte..com