O Campeonato Cearense 2008 chega ao fim neste domingo. E depois de assistir a rede balan?ar 325 vezes em 103 jogos. O palco que fecha o Estadual ? o machucado gramado do est?dio Castel?o, que recebeu 25 partidas este ano (incluindo duas da Copa do Brasil). Mas apesar de castigado, sair? de l? mais um campe?o. Os candidatos t?m curr?culos bem diferentes. De um lado, o Fortaleza, em busca do 37? t?tulo de sua hist?ria. Do outro, o Icasa, dono de um ?nico triunfo (em 1992, no tapet?o).

A vantagem do empate, j? que venceu em Juazeiro do Norte por 2x0, deixou o Fortaleza um pouco mais pr?ximo do trof?u Fares Lopes (este ano bem mais descente que em 2007). O time de Heriberto da Cunha promete ser ofensivo, mesmo sem precisar marcar gols para ser campe?o. "Nosso time joga para frente sempre. N?o tem jeito de segurar", prometeu o treinador.

No Le?o, a expectativa pelo bicampeonato gera ansiedade no elenco. E ningu?m nega. "Era o momento que n?s esper?vamos desde o in?cio da competi??o", salientou Sim?o, que vai jogar na ala direita. "E agora ? o momento de nos superarmos. Estamos preparados para n?o sermos surpreendidos", disse o precavido jogador, sempre muito bem humorado.

Ir ao ataque ? o que resta para o Icasa. Se quiser levar a ta?a do Estadual para o Interior, o Verd?o do Cariri precisa ganhar no tempo normal e na prorroga??o. A miss?o ? reconhecida como dura, mas n?o imposs?vel, no elenco alviverde. "O Fortaleza ? franco favorito. Est? com a m?o na ta?a, mas a gente sabe que pode reverter a situa??o e ficar com o t?tulo", lembrou o goleiro Douglas. "Tem que mudar alguma coisa. N?o pode continuar da mesma maneira. Sen?o, ele (Play Freitas) teria ficado", completou o t?cnico interino Paes de Lira.

Independente das maneiras como cada time se motiva, o certo ? que tricolores e alviverdes querem a mesma coisa: o t?tulo. E os caminhos s?o diferentes para se chegar l?. Neste domingo, depois de 90 minutos, vamos saber quem levou a melhor.