mais

Dunga ironiza convocação de Neymar na Seleção

“No Brasil se descobrem muitos craques, mas até hoje a maioria não passou de promessa de craque”

Dunga ironiza convocação de Neymar na Seleção
Neymar | Divulgação

O sonho do torcedor brasileiro, especialmente do santista, em ver a mais nova joia do clube da Vila Belmiro - o atacante Neymar - desfilando seu talento na Copa do Mundo da África do Sul, dificilmente se transformará em realidade. Pelo menos foi isso o que deixou transparecer o treinador da Seleção Brasileira, Dunga, após desembarcar no Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, na manhã desta quinta-feira, proveniente de Londres, palco da vitória brasileira por 2 a 0 sobre a Irlanda.

"A história da Seleção, se você for lá pesquisar, mostra que todos os jogadores que não tiveram amistosos e não jogaram, nunca deu certo. Nada é definitivo, mas a história demonstra isso. Tem que ser realmente um jogador diferenciado, que venha para jogar e encha os olhos de todos. Se surgir um novo Pelé, eu o convoco", avisou.

Mesmo sem citar nominalmente o artilheiro santista no Campeonato Paulista, Dunga reforçou sua tese lembrando que o torcedor brasileiro já pediu outros atletas considerados novos craques no time verde e amarelo, mas que muitos não vingaram ou fizeram jus ao rótulo de craques.

"No Brasil se descobrem muitos craques, mas até hoje a maioria não passou de promessa de craque. Craque é aquele que entra em campo e resolve", sintetizou o treinador, cada vez mais com o grupo definido para a lista final, programada para o dia 10 de maio.

"Ronaldos fora"

Ronaldinho, do Milan, e Ronaldo, do Corinthians, também estão quase 100% descartados para o Mundial, mas por motivos distintos do atacante santista. Dunga repetiu o discurso sobre o fiasco no Mundial de 2006, quando a dupla foi execrada pela crônica e pelos torcedores, para justificar o afastamento dos dois.

"As pessoas tem que lembrar o que falavam em 2006 e que agora, infelizmente, falam o contrário. Tem que ver quando estava a verdade: se antes ou se agora", concluiu. Em 2006, Ronaldo foi criticado publicamente pelo presidente da CBF, Ricardo Teixeira, por ter chegado à Seleção pesando mais de 100 quilos. Ronaldinho, por sua vez, ganhou nova chance de Dunga nas Olimpíadas de Pequim, mas, mais uma vez, não correspondeu.

Tópicos

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail