Em jogo tenso, Palmeiras tira 100% da Ponte e sobe para 3º posição

Venezuelano marca duas vezes e garante terceira vitória consecutiva

As emoções do primeiro tempo ficaram reservadas para a reta final, mas isso não significa que o início foi sonolento. A Ponte Preta até que começou tentando tomar a iniciativa, assustou com Renato Cajá, mas encontrou dificuldades para criar a partir do momento em que Gabriel colou no seu camisa 10. O Palmeiras, por sua vez, apostava nos contra-ataques. Foi assim que quase marcou com Róger Guedes, após passe de Guerra.

Quando foi o venezuelano quem apareceu na cara de Aranha, o zero saiu do placar, aos 38 minutos. Nem deu tempo de os palmeirenses comemorarem, e Lucca, em chute preciso de fora da área, deixou tudo igual. Tinha mais: já nos acréscimos, Fernando Bob errou saída de bola, Guerra aproveitou toque de calcanhar de Erick e recolocou o Palmeiras na frente.

 Com o Palmeiras tentando administrar a vantagem no início do segundo tempo, a Ponte cresceu a partir dos 15 minutos. Teve uma oportunidade clara com Léo Artur, após lindo passe de Sheik, mas desperdiçou. Apesar do domínio territorial, a Macaca só voltou a levar perigo na reta final.

O jogo ficou tenso, com a expulsão direta de Rodrigo após reclamação e também de Renato Cajá e Tchê Tchê por confusão em cobrança de falta. O Palmeiras segurou a pressão final da Macaca como pôde para somar a terceira vitória consecutiva.

 Pelo Brasileirão, os times voltam a campo no próximo fim de semana. O Palmeiras terá pela frente o Grêmio, sábado, às 16h, na arena. A Ponte, por sua vez, visitará o lanterna Avaí, domingo, às 19h, na Ressacada. Antes, porém, as equipes têm compromisso por outros torneios. Na quarta, o Verdão abre o duelo das quartas de final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, também em São Paulo, enquanto a Ponte, na quinta, inicia a segunda fase da Sul-Americana diante do paraguaio Sol de América, outra vez em Campinas.

 Com 16 pontos, o Palmeiras entrou na zona de classificação para a Libertadores - agora, é o terceiro colocado. Já a Macaca, que perdeu o aproveitamento de 100% em casa na competição, estacionou nos 14 pontos, na décima colocação.

 O venezuelano Guerra garantiu a terceira vitória consecutiva do Palmeiras no Campeonato Brasileiro. Com dois gols, ele foi o destaque dos 2 a 1 sobre a Ponte Preta, na tarde deste domingo, no Majestoso, pela décima rodada, em um duelo nervoso, com três expulsões nos minutos finais: Rodrigo e Renato Cajá pela Macaca e Tchê Tchê do lado verde. Os dois últimos trocaram tapas antes de uma cobrança de falta.

O resultado é ainda mais simbólico, pois o Verdão não ganhava em Campinas desde 2013, estava com a Macaca engasgada pela eliminação na semifinal do Paulistão e ainda atuou com uma equipe mista. Vice-artilheiro da Série A, agora com sete gols, Lucca chegou a empatar para a Ponte, logo depois de Guerra abrir o placar, mas ainda antes do intervalo o meia alviverde recolocou os visitantes em vantagem.


Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com