Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Érica Adachi voltará a jogar após dez anos longe do vôlei profissional

Érica Adachi voltará a jogar após dez anos longe do vôlei profissional

Érica Adachi voltará a jogar após dez anos longe do vôlei profissional
| Divulgação
Compartilhe
Google Whatsapp

A edição 2019 da Superliga B feminina de vôlei começa no próximo dia 19 e já inicia resgatando histórias. Logo no primeiro dia, o Bradesco Esportes (SP) estará em quadra com a levantadora Érica Adachi, que voltará a jogar após dez anos longe do vôlei profissional.

- Depois que parei de jogar, tentei me afastar do vôlei. Trabalhei em outras áreas, estudei temas não relacionados ao esporte, mas, de um jeito ou outro, o voleibol sempre voltava para a minha vida. Fui morar nos Estados Unidos e acabei virando técnica. Depois me convidaram para jogar em temporadas curtas nas Filipinas - contou.

Depois de nove anos morando longe do Brasil, Érica retornou ao país em abril de 2018. Dessa vez, a jogadora de 30 anos achou que se afastaria do esporte - mas acabou sendo surpreendida com o convite da equipe paulista.

- A Irma (treinadora), com quem eu já havia trabalhado há muitos anos atrás, me convidou para jogar a Superliga B e eu fiquei muito feliz. Senti uma alegria tão grande na hora que ela me ligou que entendi que essa era a motivação que eu precisava para voltar a jogar - completou Érica.A experiência obtida ao longo dos quase dez anos de voleibol, incluindo seleções de base, será bastante utilizada agora junto ao grupo jovem que defenderá na Superliga B. Enquanto esteve no Brasil, Érica defendeu por anos a equipe do Finasa, de Osasco (SP) - é daí que vem o contato com a técnica Irma. Além disso, a levantadora atuou na Superliga 2007/2008 pelo Banespa (SP).

- Nunca pensei que essa possibilidade pudesse acontecer, mas fiquei transbordando de alegria. É muito legal receber um convite desse, de pessoas que me conhecem a vida inteira e que ainda acreditam no meu potencial, mesmo depois de tanto tempo longe do vôlei. Eu amo jogar vôlei e decidi aproveitar a oportunidade - finalizou.

O primeiro confronto da equipe do Bradesco Esportes será no dia 19 de janeiro, contra o Maringá/AMAVÔLEI (PR). Os outros times que estarão na disputa pelo título da Superliga B feminina são Marcelino Champagnat/FEL/Londrina (PR), Vôlei Valinhos (SP), CEFA (RS), Flamengo (RJ), São José dos Pinhais (PR) E FEAC/AFV Franca (SP).



Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Recomendamos

Localização

Definir a localização padrão

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Fique por dentro

Receba notícias quentinhas diretamente no seu whatsapp

Continuar

Falta pouco, agora escolha as categorias que deseja receber notícias

Aperte (ctrl + clique) para selecionar vários
Pronto!

Agora você passará a receber novidades diretamente no seu whatsapp.

Termos de uso

Texto

Política de privacidade

Texto

×