Eurico Miranda é intimado para depor sobre suspeita de fraude

Policiais foram em São Januário para intimarem Eurico pessoalmente

A Delegacia de Defraudações da Polícia Civil intimou o presidente do Vasco, Eurico Miranda, para prestar depoimento sobre suspeita de fraude em eleições do clube. O pleito foi realizado no início deste mês e a chapa do atual gestor foi reeleita para o mandato que se inicia em 17 de janeiro de 2018, mas a urna 7 com 475 votos está sendo investigada por irregularidades. Os policiais estiveram em São Januário para intimarem Eurico pessoalmente, para que compareça à Delegacia de Defraudações, nesta quarta-feira, às 14h, na Cidade da Polícia.

Uma operação da delegacia de defraudações que apreendeu o disco rígido contendo o banco de dados do clube, em agosto. O disco rígido contém informações sobre o pagamento de mensalidades dos 475 votos da urna 7 — dos quais 428 foram dados a Eurico Miranda. A oposição alega irregularidades e diz que muitos desses sócios sequer pagavam mensalidades.

Além de Eurico, os investigadores também intimaram uma funcionária do clube, ligada ao presidente do Cruz-Maltino, que foi citada em um dos depoimentos como tendo participação no esquema que teria fraudado a lista de sócios votantes. Outras cinco pessoas também já foram intimadas e ainda são aguardadas na delegacia. Até o momento, pelo menos quatro já foram ouvidas. O caso está sob segredo de Justiça.



Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com