A filha do ex-atacante Leandro Amaral, a jovem goleira Valentina Amaral segue os passos do pai no futebol. Ela foi convocada para defender a seleção dos Estados Unidos no Mundial Feminino Sub-17. Será no mês de outubro, na Índia.

A jovem será adversária do Brasil na primeira fase. As duas seleções estão no Grupo A, junto com Índia e Marrocos e se enfrentam nesse momento do mundial. O duelo da seleção brasileira contra a dos EUA será na segunda rodada, dia 14 de outubro.

Valentina foi convocada para jogar na seleção americana - DivulgaçãoValentina foi convocada para jogar na seleção americana - Divulgação

Convocada

A goleira brasileira participa de treinamentos com equipe americana desde os 12 anos. Em fevereiro deste ano foi chamada pela primeira vez para treinos com a sub-17. Ela só pôde ser convocada em agosto, para dois amistosos na Espanha, após obter a cidadania americana.

Let's make history together ⚡️🇺🇸⚽️

Meet the 21 players called to represent the 🔴, ⚪️ & 🔵 at the U-17 @FIFAWWC in India! ≫ https://t.co/OKMYociVYX pic.twitter.com/W2w15py0zS

— U.S. Soccer YNT (@USYNT) September 22, 2022 ustify;">

Valentina se encantou com o futebol por causa do pai. Ex-atacante com passagens importantes por São Paulo, Portuguesa, Vasco e Fluminense, Leandro Amaral sempre incentivou os trigêmeos Valentina, Filippo e Lorenzo a brincar com a bola. 

A pequena Valentina, ainda crinaça com os irmãos que também se encantaram pelo futebolA pequena Valentina, ainda crinaça com os irmãos que também se encantaram pelo futebol

Irmãos

Os três também passaram a treinar no Florida Krazy Krush, clube de Orlando em que Leandro trabalha como coordenador: Valentina no gol e os dois irmãos jogando na linha. A menina começou a se destacar nos jogos, e logo chamou a atenção dos observadores das seleções de base dos EUA.