Ex-goleiro do Botafogo tem morte cerebral confirmada

Max, de 42 anos, estava internado há um mês

Foi confirmada na tarde desta quarta-feira a morte encefálica do ex-goleiro do Botafogo, Maxlei dos Santos Luzia, o Max, de 42 anos.

A informação foi confirmada pelo neurocirurgião Haroldo Chagas, responsável pelo acompanhamento do ex-jogador, e pela família de do ex-goleiro. Max foi submetido a testes neurológicos no Hospital da Lagoa, na Zona Sul do Rio de Janeiro, assim como nesta terça-feira, e não respondeu aos estímulos, o que atestou a morte cerebral.

Goleiro Max tem morte cerebral constatada (Crédito: Reprodução)
Goleiro Max tem morte cerebral constatada (Crédito: Reprodução)

"Meu amor foi embora. Mas ele não morre. Fui comunicada agora. O médico me falou... Estou vendo a possibilidade de doar os órgãos agora. Ele sempre fui uma boa pessoa. Estou aqui no CTI, perto dele... Entramos para ver ele, beijar ele, apertar a mão dele. Acho que ele gostaria que a gente doasse os órgãos. Acho que gostaria. Tenho que ver qual o trâmite agora", disse a esposa Marilda Faislon Luzia.

A carreira

Revelado pela Portuguesa-RJ, Max teve passagens por America, Bangu, Friburguense, Vila Nova-GO, Itumbiara, Joinville e Boa Esporte. O arqueiro viveu o grande momento da carreira no período em que atuou pelo Botafogo, entre 2002 e 2007, quando foi titular diversas vezes no clube e conquistou o Carioca de 2006. Antes de se aposentar, defendeu o Barra da Tijuca, em 2014.







Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com