Figueirense recorre ao STJD por causa de gol do Palmeiras

Equipe catarinense quer a anulação da partida do último domingo

O Figueirense quer que o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) anule a partida com o Palmeiras, disputada no domingo (16), em Florianópolis, e na qual o time paulista venceu por 2 a 1, por um motivo específico: erro de direito no lance que deu origem ao segundo gol do adversário. Por isso, o clube entrou com o pedido no STJD na noite de terça (18).

O clube catarinense não está questionando os pênaltis que também alimentaram a polêmica sobre o resultado final da partida. O primeiro deles foi mal marcado e selou o 1 a 0 do Palmeiras. No segundo tempo, houve outro pênalti, a favor do Figueirense, ignorado pela arbitragem.

De acordo com o Jurídico do Figueirense, o clube foi prejudicado por irregularidades no lateral cobrado pelo jogador Dudu, aos 35 minutos do segundo tempo. Ali nasceu a jogada do segundo gol do Palmeiras, do volante Jean, que fez os dois do líder do Brasileiro. Segundo o autor da ação, a bola não estava em jogo e o gol teve origem em lance indevido.

Para o Figueirense, o atleta (Dudu) não estava de frente para o campo e a bola quicou fora da área de jogo ao ser arremessada. A alegação é de que houve violação dupla à regra que trata das cobranças de lateral.


Figueirense 1 x 2 Palmeiras teve lances polêmicos na última rodada do Campeonato Brasileiro (Crédito: Figueirense )
Figueirense 1 x 2 Palmeiras teve lances polêmicos na última rodada do Campeonato Brasileiro (Crédito: Figueirense )


Fonte: Com informações do Terra
logomarca do portal meionorte..com