Flamengo bate o Coritiba com pênalti nos acréscimos

Foi o primeiro resultado positivo depois de três jogos.

Não há estilo de jogo que sobreviva a uma defesa frágil. Nos acréscimos, Vinícius Júnior sofreu o pênalti convertido por Éverton Ribeiro que salvou o Flamengo e Zé Ricardo de mais um vexame na Ilha do Urubu. A vitória sobre o Coritiba por 2 a 1 ainda teve gol de Berrío, logo cedo, mas o time se desorganizou e Henrique Almeida diminuiu. Rafel Vaz e Juan falharam no gol, e toda a defesa teve atuação ruim.

Foi o primeiro resultado positivo depois de três jogos sem vitória. Com o resultado, o Rubro-Negro chega a 28 pontos, na terceira posição do Brasileiro. Alívio para a torcida e para o técnico, que ficaria mais pressionado.

A cobrança para voltar a vencer resultaria em um Flamengo atirado ao ataque desde o início contra o Coritiba. Mas o gol de Berrío, surpresa na escalação, aos sete minutos, desenhou uma equipe mais reativa. O problema é que os demais contragolpes não foram efetivos.



Na etapa final, a zaga até então segura falhou. Juan chegou atrasado e Rafael Vaz não fez a cobertura de Henrique Almeida, no primeiro minuto. O time que tinha Rômulo e Arão no meio-campo se desestruturou de vez. Depois do empate, Guerrero fez um gol em impedimento.

Ao tentar mudar o panorama, Zé Ricardo trocou Berrío por Vinicius Júnior. O time já jogava no abafa, sem tática. A melhor chance foi com Juan, no travessão. Vinicius Júnior reclamou de um pênalti mas o árbitrou marcou outro, e Éverton Ribeiro converteu.

Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com