O Flamengo caiu para o Athletico-PR e amargou a primeira derrota neste Campeonato Brasileiro. Com uma atuação pouco inspirada ofensivamente, o clube carioca foi derrotado por 1 a 0, neste sábado, na Arena da Baixada, pela terceira rodada. As informações são do Gazeta Esportiva.

Pela sequência de jogos, o técnico Paulo Sousa optou por rodar o time do Flamengo. Ele promoveu a estreia do zagueiro Pablo, além de colocar Léo Pereira, Marinho e Pedro. David Luiz, Filipe Luís, Everton Ribeiro e Gabigol foram preservados de início. Hugo Souza foi mantido no gol.

O Flamengo fazia uma partida controlada, mas sem inspiração no ataque, até Isla cometer pênalti, no primeiro tempo. Paulo Sousa fez mudanças na etapa final, mas mesmo assim o clube carioca não se encontrou ofensivamente.

Flamengo cai para o Athletico-PR e perde a primeira no Brasileiro - Imagem 1

Flamengo cai para o Athletico-PR e perde a primeira no Brasileiro - Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

Com a primeira derrota, o Flamengo continua com cinco pontos, em quatro jogos pelo Brasileirão. O clube carioca está na quarta colocação. Já o Athletico-PR venceu pela 1ª vez. Com três pontos, o Furacão está no 15º lugar.

Os dois times agora têm compromissos pela Libertadores. O Athletico-PR visita o Libertad, do Paraguai, nesta terça-feira, às 19h15 (horário de Brasília), pelo Grupo B. Já o Flamengo vai ao Chile para enfrentar a Universidad Católica, nesta quinta-feira, às 19 horas, pelo Grupo H.

Em relação ao Campeonato Brasileiro, como o jogo do Flamengo pela 4ª rodada foi antecipado - empate sem gols com o Palmeiras -, o clube carioca agora só volta a jogar pelo Brasileirão no dia 8 de maio, quando terá o clássico com o Botafogo, no Maracanã. Antes, o Fla vai ter compromisso pela Copa do Brasil, no dia 1º, contra o Altos, em Teresina. Já o próximo duelo do Athletico-PR pelo Campeonato Brasileiro é contra o América-MG, sábado, no Independência.

O jogo

O Flamengo tomou a iniciativa do jogo. Com mais posse de bola, buscava as laterais para atacar. Contudo, encontrava dificuldade para criar. O clube carioca quase se complicou na saída de bola. Willian Arão errou passe dentro da área, após tiro de meta. Para sorte dele, Marcelo Cirino ficou sem ângulo e não conseguiu aproveitar o lance.

A primeira chance carioca foi com Pedro. Ele girou sobre a marcação, carregou, invadiu a área e chutou cruzado. A bola, desviada, foi para fora. Na cobrança de escanteio, Marinho emendou e viu Bento tocar para fora.

A resposta do Athletico-PR foi com Terans. Ele na área, pela esquerda, e acertou o travessão. Depois, Cirino foi lançado na área. Na corrida, recebeu um leve toque de Isla. O árbitro Raphael Claus, de São Paulo, marcou pênalti. Terans cobrou e fez 1 a 0, aos 31 minutos.

Flamengo cai para o Athletico-PR e perde a primeira no Brasileiro - Foto: Marcelo Cortes/FlamengoFlamengo cai para o Athletico-PR e perde a primeira no Brasileiro - Foto: Marcelo Cortes/FlamengoFlamengo cai para o Athletico-PR e perde a primeira no Brasileiro - Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

Após um período de instabilidade, o Flamengo voltou a controlar o jogo. Pedro girou na área e bateu de esquerda, no canto, mas sem muita força. Bento defendeu. Depois foi a vez de Arrascaeta chutar da entrada da área, após pivô do centroavante. O goleiro do Athletico defendeu de forma segura.

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Everton Ribeiro no lugar de Lázaro. O panorama não mudou. Apesar de ter mais a bola, o clube carioca sofria ofensivamente. Paulo Sousa, então, fez mais duas mudanças. Ele colocou Andreas Pereira e Gabigol. Saíram João Gomes e Thiago Maia.

Terans quase ampliou para o Athletico-PR. Ele se livrou de Arão e chutou com força, da entrada da área, por cima. O Fla tentava pressionar. Léo Pereira apareceu na frente e cruzou, mas Bento interceptou bem.

O retrato da atuação ofensiva ruim do Flamengo aconteceu na reta final. Arrascaeta roubou a bola, mas se atrapalhou e não conseguiu acionar Gabigol e nem tampouco Andreas Pereira.

O Fla até tentou uma pressão, mas não conseguiu chegar ao empate e amargou a primeira derrota no Brasileiro.