mais

Fluminense bate River Plate por 3 a 1 e avança às oitavas na Libertadores

O Fluminense derrotou o River Plate por 3 a 1 na noite desta terça-feira, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, na Argentina

O Fluminense derrotou o River Plate por 3 a 1 na noite desta terça-feira, no Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, na Argentina, e conquistou a vaga nas oitavas de final da Copa Libertadores. O Tricolor, que precisava ganhar para não depender do duelo colombiano entre Junior e Santa Fe, fez os gols com Caio Paulista, Nenê e Yago. Assim terminou o Grupo D na liderança com 11 pontos, dois a mais que o River Plate.

Os argentinos só se classificaram porque o Junior não conseguiu marcar um único gol diante do Santa Fe. Os times empataram por 0 a 0. Assim o Junior, com sete pontos, vai se contentar com a Copa Sul-Americana. O Santa Fe ficou na lanterna com três pontos.

O Fluminense começou pressionando e por muito pouco não abriu o marcador aos dez minutos. Nenê cobrou escanteio e Nino cabeceou para fora, com muito perigo. O River Plate respondeu cinco minutos depois. Após chute cruzado de De La Cruz, Marcos Felipe deu rebota. Mas o goleiro voltou a salvar em complemento de Borré já dentro da área.

Melhor em campo o Fluminense abriu o placar aos 22 minutos. Fred cruzou da direita e Caio Paulista escorou para o fundo da rede.


Com a desvantagem o River Plate tentou se expor mais e por muito pouco não empatou aos 25 minutos. Carrascal fez grande jogada individual pela direita, mas acabou chutando a bola na trave de Marcos Felipe.

Seguro em campo o Fluminense ampliou aos 29 minutos. Após saída de jogo errada dos argentinos, Fred lançou Nenê. O meia chutou cruzado e a bola desviou na zaga antes de vencer o goleiro Armani.

O segundo gol do Fluminense tirou a estabilidade do River Plate, que passou a ser dominado de forma mais ampla. Tanto que por muito pouco o Fluminense não fez o terceiro gol nos acréscimos. Nenê cobrou falta na rede, mas pelo lado de fora.

Na volta para o segundo tempo o River Plate retornou mais forte e com três mudanças se tornou mais presente no ataque. Mas sem grande poder de penetração. Além disso dava espaço aos contra-ataques do Fluminense. Em um deles, aos cinco minutos, Yago chutou de fora da área e acertou o travessão.

O Fluminense administrava bem a partida. A situação do River Plate se complicou ainda mais aos 21 minutos, quando Maidana foi expulso após agredir Caio Paulista. Mesmo com um a menos o River ainda assustava, como em um chute de Álavrez aos 31 minutos. A bola raspou a trave.

Fluminense bate River Plate por 3 a 1 Lucas Merçon-FFCFluminense bate River Plate por 3 a 1 Lucas Merçon-FFC

O River Plate descontou aos quarenta minutos. Após cruzamento da direita, Girotti se antecipou à zaga e chutou para vencer Marcos Felipe. Mas o Fluminense garantiu a vaga nos acréscimos. Após contra-ataque, Yago recebeu na área e deslocou Armani para fazer o gol da classificação.

Agora o Fluminense volta as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Tricolor vai estrear no próximo sábado enfrentando o São Paulo. As duas equipes vão se enfrentar a partir das 21h(de Brasília), no Morumbi. O Tricolor não conquista o título desde 2012.

FICHA TÉCNICA:
RIVER PLATE 1 X 3 FLUMINENSE

Local: Estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires (Argentina)
Data: 25 de maio de 2021, terça-feira
Hora: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Esteban Ostojich (URU)
Assistentes: Nicolás Taran (URU) e Martín Soppi (URU)
Renda e público: Jogo disputado com os portões fechados por conta da pandemia
Cartões amarelos: De La Cruz, Martínez, Suárez (River Plate) e Martinelli, Samuel Xavier, Caio Paulista (Fluminense)
Cartões vermelhos: Maidana (River Plate)

Gols:
RIVER PLATE: Girotti aos 40 minutos do 2º Tempo
FLUMINENSE: Caio Paulista aos 22 e Nenê aos 29 minutos do 1º Tempo e Yago aos 47 minutos do 2º Tempo

RIVER PLATE: Armani, Lecanda (Roberto Rojas), Maidana, Martínez e Casco; Felipe Peña, Simón (Matías Suárez), Carrascal (Palavecino) e De La Cruz; Álvarez e Borré (Girotti)
Técnico: Marcelo Gallardo

FLUMINENSE: Marcos Felipe, Samuel Xavier (Calegari), Nino, Luccas Claro e Egídio; Martinelli (Wellington), Yago e Nenê (Juan Cazares); Gabriel Teixeira, Caio Paulista (Luiz Henrique) e Fred (Abel Hernández)
Técnico: Roger Machado

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail