Fred pode superar Túlio e Dadá e se tornar o "rei do Brasileirão"

Fred pode se tornar o primeiro "tetra artilheiro" do Brasileirão

Apenas três jogadores na história conseguiram a artilharia em três edições diferentes do Brasileirão. Dois deles pararam de jogar e não podem mais aumentar o feito: Dario, que foi o goleador das edições de 1971 e 1972, pelo Atlético-MG, e em 1976, pelo Internacional; e Túlio, em 1989 pelo Goiás, e 1994 e 1995 pelo Botafogo (Romário foi artilheiro em 2001 e 2005, e é considerado por alguns em 2000, mas oficialmente a contagem é de Adhemar, contabilizando os gols pelo São Caetano no Módulo Azul).

Coincidentemente, tanto Túlio como Dadá tinham o apelido de "maravilha". Fred, que não é "maravilha", mas igualmente artilheiro, segue na ativa e fazendo muitos gols. Por isso, se conseguir a artilharia do Brasileirão 2017, o atacante se isolará como jogador que mais vezes foi o goleador do nacional.

Image title

As duas primeiras vezes de Fred como artilheiro do Brasileirão foram com a camisa do Fluminense. Em 2012, conseguiu o feito sozinho, com 20 gols - o Tricolor ficou com o título na ocasião. Em 2014, novamente isolado, fez 18 gols. A terceira vez foi com a camisa do Atlético-MG. Em 2016, Fred fez 14 gols e dividiu a artilharia com William Pottker, da Ponte Preta, e Diego Souza, do Sport.

- Para mim, já é um presente de Deus dividir essa marca de ter sido artilheiro do Brasileirão três vezes com craques como Túlio e o nosso Dadá. Ter a oportunidade de ser o único goleador em quatro edições é ainda mais grandioso. Minha família toda tem esse gosto por futebol desde sempre, então, durante a minha vida inteira, acompanhei vários centroavantes fazendo história no Campeonato Brasileiro. Hoje, graças a Deus, tenho a oportunidade de conquistar grandes títulos, tanto individuais quanto coletivos, que são, sem dúvida, os mais importantes. Uma coisa acaba puxando a outra, então, essa marca de quatro vezes artilheiro é uma que quero atingir, sobretudo porque se os gols estiverem saindo, é sinal de que o trabalho está sendo bem feito, e o Galo está no caminho certo na luta pelo Brasileiro - disse o atacante do Galo.

Apesar de ser um dos maiores artilheiros do Campeonato Brasileiro, Fred não chega nem perto dos maiores artilheiros de uma única edição. Ninguém fez mais gols em uma só edição do Brasileiro do que Washington, o "Coração Valente". Pelo Atlético-PR, em 2004, o atacante marcou 34 gols.

O Galo teve o artilheiro do Brasileirão em sete oportunidades. Além de Dario (duas vezes) e Fred, Reinaldo (1977), Renaldo (1996), Guilherme (1999) e Diego Tardelli (2009) foram goleadores do Brasileirão com a camisa alvinegra.

Na atual temporada, Fred marcou 17 gols em 19 jogos, o que dá uma média excelente de 0,89 gols por jogo. Na atual edição do Brasileirão, Fred terá a concorrência de outros artilheiros de edições de Campeonato Brasileiro. O "mais antigo" é Luís Fabiano (hoje no Vasco), artilheiro do Brasileiro de 2002, pelo São Paulo, junto com Rodrigo Fabri (defendendo o Grêmio), com 19 gols cada um. Tem ainda Éderson (atualmente no Flamengo), artilheiro em 2013 pelo Atlético-PR, com 21 gols. Ricardo Oliveira, com a camisa do Santos, foi artilheiro da edição de 2015, com 20 gols.

Fonte: Com informações do Globoesporte.com