Grêmio vence Lanús no 1º jogo da final e fica próximo do tri

O gol da vitória foi marcado por Cícero


O sonho do tricampeonato da Copa Libertadores da América está muito perto de se concretizar para o Grêmio. Nesta quarta-feira, na Arena, o Tricolor gaúcho bateu o Lanús pelo placar de 1 a 0, na primeira partida da final continental. O gol da partida foi marcado por Cícero.

A Arena teve a presença de mais de 55 mil torcedores. Com o resultado, o time brasileiro dependerá de um empate no confronto na Argentina para conquistar o título do torneio da Libertadores. Como não existe o gol qualificado na decisão, qualquer derrota pela diferença mínima levará o duelo para as penalidades máximas.

Após conseguir a classificação para a final, o Grêmio optou por utilizar os titulares durante o Campeonato Brasileiro para manter o ritmo de jogo dos atletas. O técnico Renato Gaúcho teve em campo o time completo e escalou Fernandinho e Jailson no meio de campo. O Lanús, que preferiu poupar os jogadores no Campeonato Argentino durante 22 dias, para utilizá-los apenas nas decisões, também teve a equipe principal em campo.


Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)
Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)


O jogo – Os primeiros minutos foram do Grêmio tocando a bola procurando espaço na retranca do Lanús. Aos poucos, o time argentino foi se soltando na partida e arriscando algumas jogadas ofensivas. Em menos de cinco minutos, a equipe grená teve dois escanteios e uma falta próxima à área gremista para cobrar. Contudo, os lances não resultaram em perigo ao gol defendido por Marcelo Grohe.

Aos 16 minutos, após um bate-rebate no setor esquerdo ofensivo do Grêmio, a redonda sobrou para Luan. O camisa 7 dominou e concluiu colocado ao gol, mas a bola subiu muito e saiu para tiro de meta.

Em cobrança de escanteio, aos 20 minutos, Luan cruzou, mas a zaga adversária afastou para a entrada da área. Na sobra, Ramiro tentou pegar de primeira, contudo o chute foi desviado no meio do caminho e saiu pela linha de fundo.

O Lanús utilizava bastante o goleiro como um líbero. Após tentar sair jogando com os pés, Andrada foi surpreendido pela marcação alta gremista e fez passe errado. Contudo, Ramiro pegou fraco na bola, que retornou para a posse do arqueiro adversário.

A primeira boa chance de gol da partida foi do Lanús, aos 33 minutos. Após jogada pela direita, Martínez recebeu na ponta direita da entrada da área e concluiu com força rasteiro. O goleiro Marcelo Grohe fez boa defesa salvando o time gaúcho.

O Lanús começou a gostar da partida. Em cobrança de escanteio, aos 39 minutos, o zagueiro Braghieri subiu mais alto e cabeceou para o chão, a bola ia entrar, mas novamente Marcelo Grohe salvou o Grêmio. O goleiro saltou no canto e com o braço desviou a trajetória.

Após empurra-empurra dentro da área gremista, os jogadores Walter Kannemann e o Rolando García receberam cartão amarelo. O zagueiro gremista estava pendurado e está fora da segunda partida em Buenos Aires.

Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)
Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)


Aos 44 minutos, o goleiro Andrada tentou sair jogando com os pés novamente e entrou para a posse de bola para o Grêmio. A redonda foi parar nos pés do volante Arthur, que chutou de fora da área, mas saiu para tiro de meta.

No último lance do primeiro tempo, os jogadores gremistas fizeram uma bela troca de passes e Ramiro entrou livre na área, mas caiu. O árbitro entendeu que não houve pênalti e mandou seguir a jogada, o que gerou muita reclamação pelo lado Tricolor. Após encerrada a primeira etapa, o técnico Renato Portaluppi foi até a arbitragem e pediu para utilizar o recurso de vídeo.

O Grêmio demorou um pouco para voltar ao gramado no segundo tempo, e o quarto árbitro teve chamar o time no vestiário. As duas equipes retornaram para a segunda etapa sem alterações.

O time gaúcho voltou pressionando o adversário. Aos 5 minutos, em cobrança de falta pela esquerda de ataque, o lateral-direito Edílson mandou uma bomba, mas a bola saiu pela linha de fundo.

A primeira grande oportunidade do Grêmio ocorreu aos 10 minutos do segundo tempo. O lateral-esquerdo Bruno Cortez recebeu na entrada da área e ninguém apareceu para tabelar. Então, Cortez arriscou o chute ao gol. O goleiro Andrada quase foi surpreendido, mas conseguiu dar um toque salvador na redonda e mandar para escanteio.

O Lanús tentava catimbar o jogo e os jogadores gremistas se irritavam com a postura do time adversário. Em ataque do Grêmio, aos 17 minutos, o zagueiro Pedro Geromel carregou a bola e ergueu na área para o volante Jailson desviar no meio do caminho. Porém, a redonda subiu muito e saiu pela linha de fundo.

O cronômetro marcava 28 minutos e o técnico Renato Portaluppi já havia feito as três modificações possíveis no jogo, colocando Jael, Cícero e Everton no lugarers de Lucas Barrios, Jailson e Fernandinho. A primeira alteração do Lanús ocorreu apenas aos 33 minutos da segunda etapa.

A mexida do treinador gremista deu certo. Aos 37 minutos, após Edílson levantar a bola na esquerda da área, o centroavante Jael ajeitou de cabeça para Cícero empurrar para o fundo das redes e fazer a Arena explodir. Depois do gol, os torcedores acenderam sinalizadores e o confronto ficou um bom tempo parado.

No último lance da partida, o centroavante Jael sofreu pênalti e o árbitro não assinalou.

O duelo de volta ocorre na próxima quarta-feira, dia 29 de novembro, às 21h45 (de Brasília), no estádio La Fortaleza, em Buenos Aires. O time gremista tem a vantagem de atuar por um empate, que conquista o título.

Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)
Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)


FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 0 LANÚS
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 22 de novembro de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Júlio Bascuñan (CHI)
Assistentes: Carlos Astroza (CHI) e Christian Schiemann (CHI)
Público: 55.188 (51.256 pagantes)
Renda: R$ 6.526,427,00

GOLS
Grêmio: Cícero, aos 37 minutos do segundo tempo

CARTÕES AMARELOS

Grêmio: Walter Kannemann, Jailson, Cícero
Lanús: Acosta, Rolando García, Velázquez, Braghieri

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Edílson, Pedro Geromel, Walter Kannemann e Bruno Cortez; Jailson (Cícero), Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho (Everton); Lucas Barrios (Jael).
Técnico: Renato Portaluppi

LANÚS: Andrada; José Gómez, Guerreño, Braghieri e Maxi Velázquez (Aguirre); Marcone, Pasquini, Román Martínez, Alejandro Silva e Lautaro Acosta; José Sand.
Técnico: Jorge Almirón


Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)
Grêmio está próximo do tricampeonato (Crédito: AFP)


Fonte: Gazeta Esportiva
logomarca do portal meionorte..com