Neymar imita R10 e PSG bate Anderlecht por 4 a 0

Resultado deixa o PSG com nove pontos, contra seis do Bayern

Com mais um show de Neymar, Mbappé e Cavani, o PSG meteu 4 a 0 no Anderlecht, na Bélgica, e mantém os 100% de aproveitamento no Grupo B da Liga dos Campeões. O trio se movimentou bem, criou inúmeras chances e cada um marcou um gol na vitória. Di María fez o outro. Na outra partida da chave, o Bayern de Munique também fez 3 a 0 no Celtic.

O resultado deixa o PSG com nove pontos, contra seis do Bayern. O Celtic mantém a terceira posição, com três. O Anderlecht ainda não pontuou.

O PSG começou o jogo atento e marcando o Anderlecht sob pressão. Logo aos três minutos, saiu na frente. Após passe de Verratti, Mbappé apareceu dentro da área e finalizou sem muito ângulo. O goleiro Sels não foi bem e a bola passou entre suas pernas: 1 a 0 para o time francês.

A partir do gol, o Anderlecht tomou conta da partida. A zaga do PSG batia cabeça e sentia a falta de Thiago Silva, que não atuou por estar lesionado. No primeiro lance de perigo, Kums tirou tinta da meta de Aréola. A partir daí, o goleiro virou protagonista. Ele pegou as finalizações de Onyekuru e Teodorczyk, que apareceram livres, mas não venceram a barreira francesa.

Em um lance fortuito, o PSG quase ampliou. Dendoncker tentou recuar para o goleiro e entregou no pé de Mbappé. O atacante tentou o drible, mas Sels pegou. No rebote, Neymar tirou dos zagueiros, mas jogou no canto, raspando a trave.

O PSG equilibrou as ações e passou a trocar passes no meio de campo. Em lançamento de Verratti, Cavani se esticou e chegou antes de Sels, mas a bola não foi em direção ao gol. O trio ofensivo estava afiado novamente. Com participação dos três, os franceses ampliaram. Neymar avançou com pouca marcação e finalizou, para defesa do goleiro. A bola subiu e foi em direção de Mbappé, que tocou de cabeça para o camisa 9 uruguaio mandar para a rede.

O trio ofensivo do PSG começou o segundo tempo ligado. Em grande lance de ataque, Mbappé rolou para Neymar, que devolveu de letra. A joia francesa deu passe preciso para Cavani, que jogou no travessão. O Anderlecht ficou acuado, vendo os atacantes do time francês perderam gol atrás de gol.

O terceiro era questão de tempo. E não demorou a sair. Aos 20 minutos, Neymar cobrou falta da entrada da área com perfeição, por baixo da barreira, à la Ronaldinho Gaúcho. O PSG manteve o domínio, mas via o Anderlecht aparecer no ataque com perigo em alguns momentos. No melhor deles, Teodorczyk cabeceou para outra grande defesa de Aréola. No rebote, Onyekuru mandou no travessão.

O técnico Unai Emery fez algumas mudanças para poupar alguns de seus jogadores. Cavani deu lugar a Di María, mas o ataque não perdeu qualidade. Tanto que, no fim, o argentino avançou e mandou de cavadinha para fazer o quarto do PSG.




Neymar (Crédito: AFP)
Neymar (Crédito: AFP)


Fonte: Terra
logomarca do portal meionorte..com