Galo pode receber R$ 3,5 mi a mais que Cruzeiro de patrocinador

Assessoria da Caixa justifica diferença entre os valores

Foram publicados na edição desta terça-feira do Diário Oficial os valores que América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro irão receber da Caixa Econômica Federal. O banco acertou o patrocínio master para os três maiores clubes mineiros para a temporada 2017. O dinheiro destinado ao Atlético-MG é de R$ 16 milhões, ao Cruzeiro de R$ 12,5 milhões, enquanto ao América-MG de R$ 3 milhões. Por se tratar de um órgão público, a Caixa é obrigada a publicar contratos como estes no veículo de comunicação oficial do governo federal.


No entanto, de acordo com a assessoria de comunicação da Caixa, o valor divulgado conta com a bonificação para cada torneio conquistado. O patrocínio, de fato, é o mesmo para Atlético-MG e Cruzeiro: R$ 11 milhões.

Para chegar aos R$ 16 milhões, o Galo tem que vencer o Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, o Campeonato Brasileiro e o Mundial. Já o clube celeste, para conseguir os R$ 12,5 milhões, precisa levantar o troféu do Brasileirão e da Copa do Brasil. A Sul-Americana, outra competição que a Raposa vai disputar no ano, não tem bonificação em caso de conquista, assim como o Campeonato Mineiro. 

- Patrocinador gosta de visibilidade. O Galo, nos últimos cinco anos, apresentou os melhores resultados do futebol brasileiro, sempre na ponta. Isso traz retorno ao parceiro. O clube está na quinta Libertadores seguida e isso tem valor. Estamos satisfeitos com a parceria com CEF - comentou o presidente do Atlético-MG, Daniel Nepomuceno.

De acordo com a diretoria de comunicação do Cruzeiro, por força de contrato o clube não pode comentar os valores acertados com a Caixa Econômica. Fabiano Jardim, integrante do conselho de Administração do América-MG, preferiu não comentar o valor recebido pelo clube.

Fonte: Globo Esporte