Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Ginasta acusado de molestar menores é preso e paga fiança US$ 1.500

Thierry Pellerin responde por nove crimes em liberdade condicional

Ginasta acusado de molestar menores é preso e paga fiança US$ 1.500
Thierry Pellerin é acusado de molestar dois menores | Speed Media/Icon Sportswire via Getty Images
Compartilhe

Membro da seleção canadense de ginástica artística, Thierry Pellerin foi preso na última quinta-feira sob acusação de molestar dois menores. O ginasta de 22 anos pagou uma fiança de US$ 1.500 (pouco mais de R$ 8 mil) na sexta e agora responde por seus crimes em liberdade condicional em Lévis, cidade do Canadá perto de Quebec. Informações do site GloboEsportes.com

A Polícia de Lévis afirmou que a investigação começou no último mês, quando foi informada sobre um potencial caso de aliciamento de menores. Foram nove acusações contra Pellerin, que responde por crimes como aliciamento de menores, convite para toque sexual e pornografia infantil.

Segundo a Polícia, as duas vítimas de Pellerin tinham entre 10 e 12 anos, e seus crimes aconteceram entre 1º de setembro de 2019 e 9 de junho de 2020. Ele entrava em contato com os jovens nas redes sociais.

Pellerin está proibido de contactar as vítimas, de entrar na internet e de usar câmeras fotográficas ou de vídeo. Ele vai ser julgado no dia 11 de setembro.

O ginasta é especialista no cavalo com alças e inclusive colocou o nome Pellerin no código de pontuação do aparelho com um movimento exclusivo. Ele buscou a classificação para as Olimpíadas de Tóquio como ginasta especialista nas etapas da Copa do Mundo por aparelhos, mas não conseguiu a pontuação necessária e está fora do páreo faltando apenas uma etapa para o fechamento do ranking.

Após a prisão na última semana, a Confederação Canadense de Ginástica (GymCan) comunicou a suspensão de Pellerin até que o caso seja julgado. Assim, o ginasta não pode participar de qualquer atividade de clubes afiliados à entidade, inclusive treinar.

- A GymCan cooperará com o Serviço Policial de Lévis e poderá implementar outras medidas à medida que as informações estiverem disponíveis. A GymCan continua comprometida com o bem-estar de todos os participantes de nossa programação coletiva e trabalharemos em estreita colaboração com a Federação de Ginástica de Quebec para fornecer serviços de apoio a atletas ou indivíduos afetados por essa situação - afirmou a GymCan em comunicado.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar