Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Gómez renova com o Palmeiras até 2024

Inscrição na reta final do Campeonato Paulista depende de assinatura de contrato

Gómez renova com o Palmeiras até 2024
Zagueiro paraguaio vinha sendo desfalque por conta do negócio emperrado | Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Compartilhe

Quase um mês depois do término do vínculo anterior, Gustavo Gómez e Palmeiras chegaram a um acordo na manhã desta terça-feira. O contrato passou por ajustes, mas está mantida a renovação até o fim de junho de 2024. Informações do site GloboEsportes.com

Zagueiro paraguaio vinha sendo desfalque por conta do negócio emperrado

O acerto entre advogado do zagueiro paraguaio e o departamento jurídico do clube ocorre na data-limite para registro de contrato e inscrição de jogadores para a reta final do Campeonato Paulista.

Para que Gómez possa voltar a ser utilizado na competição, sua renovação tem que ser formalizada. O contrato, que ainda passa por uma última leitura de advogados, precisa ser assinado, e o novo registro deve ser feito até as 19h (de Brasília) desta terça-feira na Confederação Brasileira de Futebol. Depois disso, o clube tem até 23h59 para inscrevê-lo novamente no Paulistão.

Às 21h30 (de Brasília) desta quarta-feira, o Palmeiras recebe o Santo André, em sua arena, em jogo único pelas quartas de final. Nas duas partidas desde o reinício do campeonato, Gómez foi desfalque em função do entrave contratual.

Desde 2018 no Palmeiras, quando inicialmente foi emprestado pelo Milan, da Itália, o zagueiro é o principal nome da posição no elenco. Tem 72 jogos e nove gols com a camisa alviverde e foi campeão brasileiro em sua primeira temporada no clube.

O que se discutia

Até então, o que havia entre as partes era a assinatura de um instrumento particular, uma espécie de pré-contrato. O Palmeiras se via protegido juridicamente por esse documento caso Gómez quisesse sair, o que seus empresários chegaram a cogitar.

A negociação estava emperrada por divergências financeiras com relação a uma cláusula de readequação cambial do salário. Diante da alta do dólar nos últimos tempos, os representantes do jogador cobravam um reajuste dos vencimentos com base na cotação atual da moeda americana. Para um consenso, as duas partes cederam.

O processo burocrático para registro do novo vínculo, porém, já estava bem adiantado, o que deve facilitar sua resolução depois do acerto. A diretoria tinha recebido desde o início de julho o ITC (Certificado Internacional de Transferência, na tradução do inglês) do Milan.

Foi do clube italiano que o Palmeiras adquiriu os direitos econômicos do zagueiro, em um modelo de sucessivos empréstimos até a compra definitiva. O custo de toda a operação é especulado em cerca de 5,5 milhões de euros. No último balanço financeiro divulgado pelo clube, há o compromisso de ainda pagar R$ 793 mil.



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar