Grêmio adia desfecho da renovação do contrato com Renato Gaúcho

Renovação fica para próxima semana

Grêmio e Renato Gaúcho não se encontraram hoje. Não houve nova reunião entre o vice de futebol Adalberto Preis e o agente do técnico, Gerson Oldenburg. Até então, desde a última terça, todos os dias repetiam novos momentos da negociação pela renovação do comandante de campo, mas que ficará só para a próxima semana. 


O otimismo gremista em fechar imediatamente acabou quando houve um desacerto financeiro. A diferença entre o que o Grêmio pretende e o que Renato quer receber bate em R$ 100 mil. A barreira tende a ser batida em breve, mas não será tão rápido assim. 

Técnico do Grêmio, Renato Gaúcho
Técnico do Grêmio, Renato Gaúcho

"Todos temos que pensar um pouco. Acho que ficará só para a semana que vem, mesmo", disse o presidente Romildo Bolzan Júnior. Quem gere a parte gremista nas negociações é o vice de futebol Adalberto Preis. Ainda na quinta-feira, foi apresentado a ele a ideia de Renato para seu novo vínculo. Os números foram apresentados ao presidente, que pediu tempo para pensar. 

Mas a margem para negociação não é tão grande. A diferença entre a pedida salarial de Renato e o que o Grêmio quer pagar é de R$ 100 mil. Os vencimentos devem bater próximos dos R$ 500 mil mensais. Não há multa rescisória para nenhuma das partes ou tempo determinado em contrato. A ligação duraria o tempo que os dois lados entendessem positivo. 

Fonte: Uol