Guardiola admite que sondou Neymar para levá-lo para o Bayern

Treinador aconselhou o atacante a priorizar o Barcelona

Pep Guardiola voltará a enfrentar o Barcelona pela Liga dos Campeões, desta vez como técnico do Manchester City, nesta quarta (19). Já na cidade catalã, o treinador deu uma entrevista coletiva em que admitiu que sondou Neymar antes do brasileiro decidir ficar no Barça, quando ainda era técnico do Bayern de Munique.

"Há alguns anos (2013), eu tentei fechar com Neymar, mas disse ao pai do Neymar que se houvesse a possibilidade do Barça, que ele não pensasse e ficasse no Barcelona", contou Pep Guardiola.

Guardiola explicou toda a situação e como costuma ligar para jogadores para que eles fechem com os times que treina. Ele ressaltou que na última janela de verão europeu, já como técnico do Manchester City, não ligou para ninguém.

"Não liguei para nenhum jogador. Tem guerras que já estão perdidas. Fechamos com o Thiago (Alcântara) faz tempo (Thiago deixou o Barcelona rumo ao Bayern quando Guardiola foi para a Alemanha), porque o Thiago queria sair. Eu não entrei em contato com o Messi, nem com Busquets, nem Suarez, Neymar e Iniesta. E Ter Stegen, eu fiquei sabendo que ele queria jogar mais e liguei para ele, mas no final ele quis continuar no Barcelona", explicou.

"Eu tenho direito de ligar, porque o Barcelona também liga, mas não o fiz. Desejo que Messi termine a carreira aqui (no Barcelona), mas igual um dia que quiser jogar fora. Se isso acontecer, muitos clubes vão querer. Não liguei pra ele esse verão e nem para nenhum jogador. Se não acreditam, as pessoas que publicaram isso podem ligar pro presidente do Barcelona", disse.


Neymar e Messi (Crédito: Reuters)
Neymar e Messi (Crédito: Reuters)


Fonte: Com informações do Uol
logomarca do portal meionorte..com