Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Hortência inaugura segunda turma do Hall da Fama

A solenidade de inauguração foi no CT do time Brasil

Hortência inaugura segunda turma do Hall da Fama
| Thierry Gozzer
Compartilhe
Google Whatsapp

Hortência Marcari, rainha do basquete feminino brasileiro com títulos de destaque na carreira como o ouro nos Jogos Pan-Americanos de Havana 1991 e o título mundial na Austrália em 1994, entrou para o Hall da Fama do COB na manhã desta terça-feira. Hortência participou da comemoração do Dia Olímpico e foi homenageada no Centro de Treinamento do Time Brasil, no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro. Informações do site Globoesportes.com

- É uma honra estar aqui recebendo esta homenagem. É muito bom ser um exemplo para essa criançada que está aqui hoje. É importante mostrar para elas que vale a pena se entregar, escolher o caminho do bem e tentar dar o melhor de si. Não é fácil o caminho, mas vale a pena - destacou Hortência.

O Hall da Fama foi idealizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro em 2018 para celebrar conquistas dos maiores atletas e treinadores do país. A ideia é homenagear anualmente dez grandes nomes que tenham contribuído para o esporte olímpico e que tenham promovido o Olimpismo e inspirado novas gerações.

Além de Hortência, a segunda turma de homenageados contará com Chiaki Ishii, primeiro medalhista olímpico do judô brasileiro, em Munique 1972; Paula, campeã mundial de basquete em 1994 e prata nas Olimpíadas de Atlanta 1996; Joaquim Cruz, campeão olímpico de atletismo nos 800m em Los Angeles 1984 e prata nas Olimpíadas de Seul 1988. Atletas falecidos também vão receber homenagens. Nomes como Guilherme Paraense, do tiro esportivo e primeiro medalhista de ouro do Brasil na história dos Jogos Olímpicos; João do Pulo, duas vezes medalhista de bronze no atletismo; Maria Lenk, primeira mulher sul-americana a disputar os Jogos Olímpicos, em Los Angels 1932; Sylvio Magalhães Padilha, primeiro sul-americano a disputar uma final olímpica no atletismo, em Berlim 1936; e os treinadores de vôlei Bernardinho, bicampeão olímpico; e José Roberto Guimarães, tricampeão olímpico.

O Dia Olímpico é celebrado no dia 23 de junho no Brasil e no mundo e tem como objetivo promover o Movimento Olímpico por diversos povos e culturas. Para comemorar a data, o COB organizou, na manhã desta terça, ações no Parque Aquático Maria Lenk. Cerca de 250 crianças de escolas municipais do Rio de Janeiro participaram de atividades como bate-papo com Yane Marques, bronze em Londres 2012, e o técnico da seleção feminina de basquete, José Neto.

- É muito bom ser referência para essas crianças. É importante estar perto delas para que percebam que também podem ter a oportunidade que eu tive de vivenciar o sonho olímpico. Eu acredito muito no esporte como objeto transformador - revelou Yane Marques.

Os alunos também participaram de oficinas esportivas de quatro modalidades: basquete 3x3, beisebol, karatê e vela. Os ex-atletas Almir Gerônimo, campeão brasileiro de basquete em 1994, e integrantes da seleção brasileira de karatê, como Isabela Rodrigues e Marina Oliva estiveram nas atividades com as crianças.




Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar