Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Hugo Calderano reassume 6ª posição no ranking mundial de tênis de mesa

Objetivo é chegar a Tóquio entre os quatro primeiros cabeças-de-chave

Hugo Calderano reassume 6ª posição no ranking mundial de tênis de mesa
Hugo Calderano | Divulgação CBTM
Compartilhe

Há 18 meses seguidos no Top 10, Hugo Calderano reassumiu a sexta posição do ranking mundial na lista de abril divulgada nesta quinta-feira, 16, pela Federação Internacional de Tênis de Mesa (ITTF). Antes em sétimo, o carioca de 23 anos volta ao melhor posto da carreira, estratégico na busca por um melhor chaveamento nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

O objetivo de Hugo é chegar ao evento do ano que vem entre os quatro cabeças-de-chave, o que evitaria confrontos com chineses até as semifinais. Ao pular para sexto na lista da ITTF, o brasileiro assumiu justamente a quarta posição do ranking olímpico, que permite no máximo dois atletas por país.

A ITTF atrasou a divulgação do ranking de abril para decidir internamente como a pontuação dos atletas seria impactada pela suspensão do calendário internacional, provocada pela pandemia do novo coronavírus. Em março, somente parte das competições foi realizada, mas seus pontos foram contabilizados. O ranking permanecerá congelado enquanto não houver a retomada do calendário. A ITTF suspendeu todos os seus eventos até 30 de junho, podendo prorrogar o prazo de acordo com o avanço da pandemia. A entidade tem feito reuniões periódicas para avaliar o cenário.

Hugo passou as últimas semanas na cidade de Ochsenhausen, na Alemanha, onde mora há cerca de seis anos e defende o Liebherr Ochsenhausen. Diante das restrições de mobilidade social, ele chegou a levar uma mesa para treinar dentro de seu apartamento, mas, nesta semana, recebeu autorização para realizar atividades no ginásio do seu clube.

Outros brasileiros no ranking

Os demais atletas brasileiros tiveram poucas variações no período. O destaque maior é para Carlos Ishida, que saltou 442 posições e passou a ser o sétimo melhor entre os atletas masculinos do país. Entre as mulheres, Bruna Takahashi segue no Top 50. Ela agora é a 47ª da lista, uma posição abaixo do mês anterior. Jessica Yamada (143ª) subiu duas posições, enquanto Caroline Kumahara (145ª), pulou três postos. A chinesa Chen Meng é a líder do ranking feminino, com 17.915 pontos. O Brasil também se destaca na atualização do ranking de equipes masculino, subindo uma posição e voltando a ocupar o sexto lugar, com 290 pontos. No feminino, o país está em 25°. (Fonte COB)



Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar