Inter não se preocupa com derrota e prefere descanso após 3 jogos

O time do Inter viu a sequência de quatro vitórias chegar ao fim.

O time do Inter viu a sequência de quatro vitórias consecutivas chegar ao fim nesta terça-feira (03/10) com a derrota por 1 a 0 para o Paraná, na Arena da Baixada, pela 28ª rodada da Série B, consequência de uma atuação de pouca inspiração da equipe. E nem por isso encontra um cenário de cobranças árduas, habitual na metade da temporada. Líder isolado da competição, o Colorado se conforta na "gordura" acumulada ao longo da série de 10 triunfos em 12 jogos e mapeia de imediato os fatores para o tropeço.

"Qualquer pessoa sabe que jogar três partidas em sete dias é um desgaste muito grande. A gente esperava que caísse no segundo tempo. A equipe conseguiu ter bom enfrentamento. Mas é impossível manter a intensidade”, afirmou Roberto Melo, vice de futebol.

Em uma análise logo após a partida em Curitiba, direção, jogadores e Guto Ferreira apontaram o desgaste recente da "minimaratona" de três jogos em uma semana, o tempo escasso para treinos e as baixas como agentes diretos do revés. Não à toa, valorizaram o período maior de descanso, com cinco dias livres até encarar o Brasil de Pelotas, na próxima segunda-feira, às 20h, no Beira-Rio, pela 29ª rodada da Série B.

A série de atribulada iniciou na última quarta-feira, na vitória por 2 a 1 sobre o América-MG, em confronto direto desgastante pela liderança, no Beira-Rio. Dois dias mais tarde, no sábado, o Inter bateu o Santa Cruz em casa por 2 a 0, já com sintomas de cansaço, e teve pouco mais de 48 horas de preparação até a derrota desta terça-feira. Vale lembrar: antes da carga mais pesada de jogos, o Colorado teve apenas seis compromissos em 50 dias na Série B.

Ao longo dos sete últimos dias, Guto teve espaço quase nulo para treinamentos. Após o duelo do último sábado, por exemplo, o técnico comandou uma atividade com reservas no domingo e apenas observou um trabalho recreativo na segunda-feira. Não conseguiu, assim, ajustar a mecânica do time sem peças como Vìctor Cuesta e William Pottker, suspensos, além de Ernando, que perdeu a temporada devido a uma cirurgia para correção de hérnia de disco.


Fonte: Com informações do globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com