Inter perde para Novo Hamburgo em jogo realizado no Beira Rio

Com o resultado, o Novo Hamburgo fica na liderança do Gauchão

O 2017 do Inter parece, mesmo, fadado a ser marcado por momentos complicados e dificuldades. É início de temporada, é verdade, mas o Inter segue sem vencer no Campeonato Gaúcho. O time de Antônio Carlos Zago foi surpreendido pelo Novo Hamburgo em dois contra-ataques fulminantes no primeiro tempo e levou 2 a 1 no retorno de D’Alessandro ao Beira-Rio vestindo a camisa colorada. Preto e Jardel anotoram os gols anilados, enquanto Nico López descontou para o Colorado, em uma pressão que não deu o resultado esperado. 

Com o resultado, o Novo Hamburgo fica na liderança do Gauchão, com seis pontos. O Inter cai para nono, com um ponto apenas. 

No próximo sábado, o Inter viaja a Caxias do Sul para enfrentar o Caxias, no Estádio Centenário, às 21h. Já o Novo Hamburgo recebe o São José, na segunda-feira, às 20h15, no Passo D’Areia. Antes, o Colorado enfrenta o Fluminense, na próxima quarta, pela Primeira Liga, às 19h30, no Beira-Rio.

Primeiro Tempo

O Inter até teve mais posse de bola. Trocou passes, cercou por vezes a área rival. Mas sem profundidade alguma. Só teve uma finalização, com D'Alessandro. Roberson e Nico foram quase espectadores da partida. Diego e D'Ale estão afastados demais e não circularam pela área central para criar. O resultado foi um time inofensivo. Bem postado, o Novo Hamburgo aproveitou dois erros colorados para contra-atacar e construir o 2 a 0. Primeiro, em erro de passe no meio-campo. E depois, em escanteio no ataque vermelho. Preto (veja no vídeo) e Jardel aproveitaram as oportunidades e trouxeram as vaias ao Beira-Rio.


Segundo Tempo

Zago voltou do intervalo com duas trocas. Deu a juventude pedida pela torcida ao time, com Charles e Júnio, e melhorou a equipe. O Noia, também, recuou e deu campo ao Inter. Os colorados partiram para a pressão, por vezes desenfreada. Nico López apareceu mais no campo ofensivo, se mexeu e tocou mais na bola. Foi dele o gol de honra vermelho, ao aproveitar cruzamento de Uendel. Ele também deixou o lateral livre para marcar, mas Matheus fez defesaça. A pressão foi até os minutos finais, mas não surtiu efeito. 

Contra-ataques funcionam

O Novo Hamburgo, bem organizado, deixou claro que ia buscar os erros do Inter para tentar o bom resultado. Primeiro, usou erro de D'Alessandro, logo ele, retornando ao Beira-Rio vestindo a camisa do Inter. Após trama, Preto soltou o pé direito sem chances para Danilo. No segundo lance, Diego perde a bola na área do Noia, que avançou com Branquinho e João Paulo. Este último, com passe sensacional para Jardel aumentar o placar. 


Nico Desconta

A pressão colorada deu algumas chances ao Inter. Mas só um gol saiu, dos pés de Nico López. O uruguaio aproveitou cruzamento de Uendel quase na marca do pênalti para desviar para o gol e balançar as redes. 

Defesa de Matheus

O goleiro do Novo Hamburgo impediu um golaço de Uendel. O lateral-esquerdo entrou à dribles na área do rival, passou por dois jogadores, mas parou no arqueiro na finalização. Azar dos colorados...


Fonte: globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com