Jogador é detido após suspeita de crime de violência doméstica

A polícia, então, conversou com alguns vizinhos do casal.

O atacante Ahmed Musa, do Leicester, foi preso na manhã desta quinta-feira após ser acusado de violência doméstica contra sua mulher, Jamila. Conforme o jornal britânico “The Independent”, o nigeriano de 24 anos foi levado sob custódia e interrogado por cerca de duas horas pela polícia de Leicestershire, mas depois foi liberado sem qualquer acusação formal.

Segundo o jornal, na terça-feira, Musa não entrou em campo pelo Leicester contra o Sunderland, dia em que sua esposa fez aniversário. Pessoas próximas ao casal chamaram a polícia após ouvirem gritos e sons estranhos. No entanto, quando os agentes chegaram na residência, ele não se encontrava por lá.

A polícia, então, conversou com alguns vizinhos do casal para saber o que havia acontecido. Nesta manhã, Musa foi interrogado e negou a história. No entanto, o seu agente, Tom Harris, informou pelas redes sociais que ele tinha sido detido por causa de uma violência doméstica. O jogador acabou sendo liberado, sem quaquer acusação formal ou Boletim de Ocorrência.

Por conta das palavras do seu empresário, o atacante não descarta processá-lo, segundo afirmou o jornal "The Guardian". Ciente do problema, o Leicester divulgou um comunicado:

"Estamos conscientes de que Ahmed Musa tem colaborado com a polícia. A investigação é fechada e não faremos nada a respeito, não vemos necessidade de tomar medidas. No entanto, Ahmed terá que se explicar quando retornar aos treinamentos”, disse a nota oficial.

Fonte: Com informações do Jornal Extra
logomarca do portal meionorte..com