Como foi amplamente divulgado na imprensa, o cargo de técnico da Seleção Brasileira ficará vago depois da Copa do Mundo do Qatar, uma vez que Tite já anunciou que vai sair depois da competição. 

Durante entrevista exibida em um programa do "SporTV", Jorge Jesus foi indagado se aceitaria um convite para ocupar o cargo de treinador e afirmou que sim.

- Isso é irrecusável, para qualquer treinador. Muito mais para mim, não tem dúvida - disse o treinador português, que ainda completou:

Mais enfático, o português acrescentou: "Não há nenhum treinador no mundo que possa recusar um convite para treinar a seleção do Brasil. Muito menos eu, seria um orgulho muito grande. Como um marco histórico da minha carreira, treinar e ter a possibilidade de trabalhar com os melhores jogadores do mundo. E os jogadores brasileiros, volto a dizer, são os melhores do mundo não só em quantidade, mas também em qualidade."