Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Judô brasileiro volta a competir e conquista 16 medalhas em Coimbra

Depois de 72 dias treinando na Missão Europa, seleção de judô finalizou Taça Kobayashi com pódios

Judô brasileiro volta a competir e conquista 16 medalhas em Coimbra
Judô | Divulgação CBJ
Compartilhe

Divulgação CBJ

No dia em que chegamos a marca de 300 dias para os Jogos Olímpicos de Tóquio e o judô brasileiro celebrou a data conquistando medalhas. Depois de 72 dias treinando em Portugal pela Missão Europa, os judocas brasileiros tiveram um último compromisso antes de voltar para casa e faturaram 16 medalhas na Taça Internacional Kiyoshi Kobayashi, competição organizada pela Federação Portuguesa de Judô.  

Foram oito ouros, cinco pratas e três bronzes para equipe brasileira, que finalizou o torneio no primeiro lugar geral. Judocas de Portugal, Espanha e Guiné Bissau também participaram do torneio, que não valeu pontos para o Circuito Mundial da Federação Internacional de Judô, mas serviu de preparação para o retorno das competições oficiais FIJ previsto para o final de outubro.  

“A competição foi show, deu para matar a saudade, para lembrar como se fazem os golpes numa competição e uma boa notícia: a gente ainda sabe competir e luta bem”, brincou o experiente Felipe Kitadai, que ficou com a prata numa final 100% brasileira com o novato Renan Torres no peso ligeiro (60kg). 

Ainda nas chaves masculinas, João Pedro Macedo (81kg), Marcelo Gomes (90kg), Rafael Buzacarini (100kg) e Rafael Silva “Baby” (+100kg) foram campeões; Willian Lima (60kg), David Lima (73kg) e Guilherme Schimidt (90kg) ficaram com a prata e Eduardo Katsuhiro (81kg) levou o bronze.  

No feminino, destaque para os ouros de Jéssica Pereira (57kg), Ketleyn Quadros (63kg) e Maria Portela (70kg). Jéssica bateu a portuguesa Telma Monteiro, medalhista de bronze na Rio 2016, com um estrangulamento na final, enquanto Ketleyn superou a espanhola Cristina Cabana Perez e Portela bateu a também espanhola Maria Bernabéu.  

Ellen Santana, lutando no meio-pesado (78kg), ficou com o vice; Nathália Brígida, que lutou no meio-leve (52kg), ficou com o bronze, assim como Laislaine Rocha (78kg).

“Estou muito feliz de hoje ter podido recomeçar as competições, sentir aquele nervosismo. Foram 72 dias treinando, lapidando para conseguir retomar a performance e esse foi o teste final. Estou muito feliz de ter conseguido transferir o que eu treinei, durante todos esses dias, para a competição. Depois de um longo tempo sem competir consegui controlar, resolver os problemas ali. Contente com essa oportunidade de recomeço”, avaliou a peso médio Maria Portela.  

“Agora é torcer para que as competições voltem logo para conseguirmos trilhar esse caminho até as Olimpíadas”, complementou Rafael Silva “Baby”.   

RESULTADOS FINAIS DOS BRASILEIROS: 

OUROS

Jéssica Pereira 57kg  

Ketleyn Quadros 63kg 

Maria Portela 70kg

Renan Torres 60kg

João Pedro Macedo 81kg

Marcelo Gomes 90kg

Rafael Buzacarini 100kg

Rafael Silva +100kg

PRATAS

Ellen Santana 78kg

Felipe Kitadai 60kg

Willian Lima 66kg

David Lima 73kg

Guilherme Schimidt 90kg

BRONZES

Nathália Brígida 52kg 

Laislaine Rocha 78kg 

Eduardo Kastuhiro 81kg


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar