Libertadores: Oswaldo de Oliveira mostra pessimismo com Corinthians

O técnico vê como complicada a busca pelo seu objetivo

O Corinthians chega na última rodada do Campeonato Brasileiro sem depender apenas de suas forças para conquistar uma vaga para a Libertadores. Por isso, o técnico Oswaldo de Oliveira admite que vê a situação da equipe como muito complicada na busca por seu objetivo.

"A situação não é fácil. Muito pelo contrário. É bem difícil, mas nós vamos tentar", disse o treinador, que completou. "Temos consciência da importância da Libertadores, então vamos buscar e fazer o que for possível. Quanto maior o obstáculo, maior a preparação para ele, e nós queremos esse obstáculo. Procuramos criar um clima de decisão, porque é a oportunidade que nós temos", explicou.

Oswaldo de Oliveira
Oswaldo de Oliveira


O Corinthians tem 55 pontos, um a menos que Botafogo e Atlético-PR, que enfrentam Grêmio e Flamengo, respectivamente. Os três times brigam por duas vagas. Para atingir o objetivo, o Corinthians precisa vencer e torcer para que Botafogo ou Atlético-PR não vençam. O time de Oswaldo pode até se classificar com um empate, desde que os cariocas não derrotem o Grêmio.

Há menos de dois meses no Corinthians, Oswaldo sabe que a classificação pode lhe ajudar a amenizar a pressão sob seu trabalho. Em oito jogos no comando da equipe, ele tem duas vitórias, quatro empates e duas derrotas.

"No meu início de trabalho, sinceramente, não fiz perspectiva, pois estava chegando e não sabia em que ponto as coisas estavam e até onde eu poderia interferir. Recentemente, diante da possibilidade da vaga, temos que encarar, tentar e buscar até o final. Minha perspectiva é conseguir a classificação e ainda estamos vivos atrás disso."

Fonte: r7
logomarca do portal meionorte..com