Lutador do UFC é condenado por agredir mulheres em festa

Arnold Allen alegou estar protegendo a namorada

O peso pena do UFC Arnold Allen foi sentenciado nesta semana a cinco meses de prisão, mas não precisará cumprir tempo de reclusão se permanecer fora de confusões nos próximos 12 meses.


O inglês se envolveu em uma confusão em festas de Natal no fim do ano passado e foi acusado de agredir seis mulheres, além do dono do local onde a comemoração estava sendo feita. As informações são do jornal inglês “Ipswich Star”.

Ao admitir culpa nas alegações, Allen evitou uma pena ainda mais dura, mas terá que ficar em casa durante a noite por um mês e pagar em torno de R$ 13.180 em indenizações para as vítimas de suas agressões, além de fazer 150 horas de trabalhos comunitários.

O lutador alegou estar inicialmente protegendo sua namorada, que estava envolvida em uma briga com outra mulher em Ipswich, cidade do interior inglês. 


Fonte: iG