Max Holloway conquista cinturão do peso-pena e enfrentará José Aldo

O lutador venceu por nocaute Anthony Pettis

De forma incontestável, Max Holloway provou que merece ser o próximo adversário de José Aldo, pela unificação do cinturão do peso-pena (até 66kg). Na madrugada deste sábado para domingo, em Toronto (CAN), na luta principal do UFC 206, o Abençoado não deu chances para Anthony Pettis e venceu por nocaute técnico aos 4m50s do terceiro assalto, conquistando o título interino da divisão e emplacando seu décimo triunfo consecutivo. Logo após a vitória, ele tratou de desafiar o brasileiro e sugeriu o UFC 208, dia 11 de fevereiro, no Brooklyn (EUA), como palco para o combate.

- Nós não conseguimos achar o Aldo! Cadê você, José Aldo? Quero essa luta no Brooklyn, em fevereiro! Vamos fazer isso! Isto aqui é só o meu tíquete para o Aldo. Dana White, ninguém vai me parar! - disparou.

Max Holloway
Max Holloway


Pettis disse ter quebrado a mão direita durante a luta e anunciou seu retorno para o peso-leve (até 70kg), categoria na qual já foi campeão do UFC.

- Eu o acertei com a parte de cima da mão e quebrei. Ele é um grande cara e merece o cinturão. Eu estou cansado desse corte de peso, meu corpo não resiste e terei que voltar ao peso-leve.

A luta

Quando o árbitro central chamou os dois para o centro do octógono, Holloway ofereceu as mãos para o toque de luvas, mas Pettis ignorou. Os primeiros cinco minutos foram equilibrados, mas o havaiano mostrou leve superioridade, variando bem o nível dos golpes, com socos na linha de cintura e cabeça, que confundiram Pettis.

No segundo assalto, a vantagem de Holloway passou a tornar-se mais clara. Uma bomba levou Pettis a knockdown, mas ele resistiu. O Showtime parecia não encontrar soluções para a movimentação incessante do rival. Com seu olho direito sangrando, ele tentava mudar a estratégia, tentando clinchar e derrubar, mas Holloway mostrou boa defesa e quedas.

No intervalo para o terceiro round, Pettis disse para seus treinadores que achava ter quebrado a mão direita no primeiro assalto. Holloway conseguiu uma boa queda, mas não estabilizou a posição e permitiu que o Showtime ficasse de pé. Com boas combinações, o havaiano levava perigo ao rival. Ele aplicou outra queda, e Pettis tentou atacar na chave de braço, mas Holloway se levantou. Decisão que mostrou-se acertada. Ele conectou chute rodado na linha de cintura, logo depois encaixou bons socos, fez Pettis se encolher na grade e foi só aguardar a interrupção do árbitro.

Fonte: sportv.globo