Médicos descartam ampliação da amputação da perna de Follmann

As notícias a respeito dos sobreviventes melhoram a cada dia.

As notícias a respeito da situação dos sobreviventes do acidente com o voo que transportava a delegação da Chapecoense melhoram a cada dia. Em coletiva realizada neste sábado, em Medellín, a comissão médica informou que não foi necessário ampliar a amputação da perna direita de Jackson Follmann, que se manteve estável. O jornalista Rafael Henzel, sem sinais de piora clínica, foi tirado da unidade intensiva e levado para o quarto, aguardando últimos exames e a logística para voltar a Chapecó. 


A partir deste domingo os médicos preparam os pacientes para o retorno ao Brasil. O melhor quadro de momento não significa a prioridade no transporte. Os trabalhos serão feitos de acordo com a particularidade de cada aeronave disponibilizada.


Fonte: Com informações do Globoesporte.com
logomarca do portal meionorte..com