Samuel Oliveira, conhecido como Samuka, encerrou nesta sexta-feira a sua participação em um importante campeonato, o Mundial Paralímpico de Natação, em Portugal. Aos 16 anos, ele conquistou cinco medalhas: três de ouro e duas de prata.

Se destacou em todas as  provas. Foi campeão nos 50m costas, nos 50m borboleta e também no revezamento 4x50m livre. O menino prodígio ficou com a prata nos 50m livre e nos 200m medley para pessoas com limitações físico-motoras).

Prodígio, Samuca é destaque na natação conquistando medalhas -  Alê Cabral/CPBProdígio, Samuca é destaque na natação conquistando medalhas -  Alê Cabral/CPB

Alta tensão

Samuka subiu no pódio com o primo Tiago Oliveira, bronze nos 200m medley. Em janeiro de 2015, os dois tiveram contato com fios de alta tensão enquanto tentavam tirar uma pipa de uma árvore usando uma barra de ferro e receberam uma descarga elétrica de 13 mil volts. Eles passaram por dez procedimentos cirúrgicos, e os braços precisaram ser amputados na altura dos ombros.

Samuel e Tiago começaram na natação como parte da reabilitação - Samuka não sabia nadar antes de perder os braços.