O Milan fez valer sua velha f?rmula para jogos fora de casa na Liga dos Campe?es mais uma vez nesta quarta-feira, contra o Arsenal, no Emirates Stadium, em Londres. Com Pato (recuperado de entorse no tornozelo) como ?nico atacante, o Rubro-Negro segurou o 0 a 0 e agora joga por uma vit?ria simples no jogo de volta, dia 4, em Mil?o, para avan?ar ?s quartas-de-final do torneio.

Kak? foi o outro brasileiro em campo pelo Milan. O melhor do mundo brilhou no segundo tempo e comandou as melhores jogadas ofensivas de seu time. O jogo, em si, teve poucas chances reais de gol por parte de ambas as equipes. Pato, muito isolado, deu apenas um chute a gol. O jovem levou cart?o amarelo num lance bobo (empurrou Sagna) e deixou o campo com c?imbras a 15 minutos do fim (Gilardino entrou).

O Arsenal teve em Adebayor seu homem mais perigoso. O togol?s foi muito acionado em lan?amentos longos e acertou o travess?o no ?ltimo lance do jogo. Eduardo da Silva, brasileiro naturalizado croata, foi titular nos Gunners e teve atua??o apagada. Gilberto Silva e Den?lson ficaram no banco, assim como Emerson, pelo Milan.

O Jogo

Pato come?ou o jogo animado. Logo aos quatro minutos, deu um len?ol em Fabregas e soltou a bomba de fora da ?rea. A bola, por?m, bateu na zaga e saiu em escanteio. Na cobran?a, Maldini testou e obrigou o goleiro Lehmann (o titular Almunia pegou uma virose) a fazer grande defesa.

O ?mpeto inicial dos visitantes, no entanto, aos poucos foi controlado pelo Arsenal. O time de Londres se valeu dos lan?amentos longos para o atacante Adebayor para incomodar a defesa rival.

Jogadas pelas laterais do campo, principalmente envolvendo Eboue, no lado direito, tamb?m tiraram o sono do defensores milanistas. No entanto, o Arsenal n?o tinha poder de fogo e, na primeira etapa, pouco incomodou o goleiro Kalac, que era d?vida por conta de uma les?o na m?o, mas foi a campo pelo Milan.

Depois do intervalo, as duas equipes se abriram um pouco mais e passaram a buscar o ataque com maior freq??ncia. Com mais espa?o, quem apareceu bem foi Kak?. O melhor do mundo centralizou as jogadas de cria??o do time do Milan que, ainda assim, teve dificuldades para entrar na ?rea e arriscou mais conclus?es de longe.

Adebayor acerta o travess?o no apagar das luzes

Para o Arsenal, uma das melhores chances foi de Fabregas, que aproveitou bola que carambolou na zaga do Milan e entrou livre. Ainda fora da ?rea, o espanhol soltou a bomba, mas Kalac estava atento e fez boa defesa.

Nos minutos finais, o Arsenal ensaiou uma certa press?o, mas Kalac estava inspirado e agarrou firme todas as bolas que foram na dire??o de seu gol.

Aos 48, Adebayor perdeu a grande chance de gol do Arsenal. Ap?s cruzamento da direita, o togol?s entrou livre na pequena ?rea e cabeceou no travess?o, j? com Kalac batido. Foi o ?ltimo lance do jogo.