mais

Nordestino Petrúcio Ferreira é ouro nos 100m T47 com recorde paralímpico

Brasileiro confirma o favoritismo e sela o bicampeonato da prova em que também é bicampeão mundial

Esse aí, o Petrúcio Ferreira dos Santos, nascido em São José  do Brejo do Cruz, na Paraíba, é mais um entre centenas de atletas olímpicos e paralímpicos que orgulham e engrandecem o Nordeste brasileiro.

Ao conquistar a medalha de ouro nos 100m rasos, em 10s53, ele alcançou o recorde da prova, com o melhor tempo de toda a história da competição.

O primeiro ouro do brasileiro foi conquistado na Rio 2016. Além disso, Petrúcio, de 26 anos, bateu o recorde paralímpico na manhã desta sexta-feira (27), ao completar a prova em 10s53, no Estádio Olímpico de Tóquio, na capital japonesa.

O pódio teve ainda o carioca Washington Júnior, de 24 anos, que conquistou a medalha de bronze, com o tempo de 10s68.  A prata ficou com o polonês Michal Darua (10s61).  O paulista Lucas de Sousa Lima também competiu nos 100m raso da classe T47, terminando em sexto lugar, com o tempo de 11s14.

Petrúcio Ferreira dos Santos é bicampeão dos 100m rasos nas Paralimpíadas — Foto: Carmen Mandato/Getty Images Petrúcio Ferreira dos Santos é bicampeão dos 100m rasos nas Paralimpíadas — Foto: Carmen Mandato/Getty Images 

Petrúcio coleciona quatro medalhas em paralimpíadas. Além dos dois ouros, o paraibano conquistou duas pratas na Rio 2016: nos 400 metros raso (T47) e no revezamento 4x100m (T42-47).

Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail