mais
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore

Pai de Neymar desabafa após técnico rival ignorar lesão no filho

Pascal Dupraz, do Caen, cita pênalti não marcado em derrota para o PSG e provoca: "Não vou chorar, vou deixar isso para o Neymar". Pai do craque reage em tom duro após lesão

Neymar da Silva Santos, o pai do craque do PSG, usou as redes sociais para fazer um desabafo após nova lesão do filho e também para responder Pascal Dupraz, técnico do Caen. Em entrevista ao canal “Eurosport” após a derrota por 1 a 0 do seu time para o Paris, pela Copa da França, o treinador reclamou de pênalti não marcado para sua equipe e ironizou o atacante brasileiro ao dizer que “não ia chorar”, como o jogador. O pai de Neymar reagiu em tom duro. Informações do ge.

“Realmente meu filho tem que chorar, mas não pelo que você imagina, meu senhor... ele tem que chorar por existirem treinadores como você”, declara o pai de Neymar.

"(Por existirem) árbitros desse nível, ligas negligentes e omissas, jornalistas na grande minoria tendenciosos e covardes no esporte... Sim, ele tem que chorar... Mas o nosso choro e o dele, do meu filho, do atleta, da magia do futebol durará mais uma noite e após isso se levantará novamente, como sempre, para vencê-los", concluiu o pai do atacante.


Neymar teve lesão de grau 2 no adutor da coxa esquerda diagnosticada após sofrer pancada de Yago, do Caen, no começo do segundo tempo da partida. Ele vai desfalcar o PSG por um mês e só deve voltar no jogo de volta contra o Barcelona, pelas oitavas de final da Champions.

Pascal Dupraz, técnico do Caen, fez sua ironia que gerou a fúria do pai de Neymar ao reclamar de um cartão amarelo dado para o mesmo Yago por suposta simulação.

"Teríamos um destino melhor na ação de Yago, que ganhou um cartão amarelo (por simulação), mas que para mim foi pênalti. Mas não vou chorar, eu deixo isso para o Neymar ", declarou Pascal, à “Eurosport”.

Neymar grita de dor após sentir dores no adutor da coxa esquerda durante Caen x PSG, pela Copa da França — Foto: Stephane Mahe/ReutersNeymar grita de dor após sentir dores no adutor da coxa esquerda durante Caen x PSG, pela Copa da França — Foto: Stephane Mahe/Reuters

Com a polêmica criada, Pascal voltou a se manifestar sobre o assunto e tentou se explicar. Em entrevista ao canal “RMC”, ele elogiou o craque brasileiro, mas reiterou que não viu grandes problemas em sua declaração.

"Ele (Neymar) é um grande jogador, todos sabem disso. Ele é tão bom driblador quanto inteligente, é provocador, tem orgulho. Ele reclama de levar golpes, enquanto tem uma bola no pé porque é um artista. Ele é esperto, ele acrescenta mais, ele provoca, às vezes ele sofre e sofre faltas. O que me incomoda é que ele é provocador e injurioso. Só isso, é isso que me incomoda", reiterou Dupraz.

O pai de Neymar também havia feito um desabafo nas redes sociais na última vez que Neymar se lesionou, em dezembro do ano passado, após sofrer entrada dura do volante Thiago Mendes.

O camisa 10 tem retorno previsto para o dia 10 de março, data do segundo confronto contra o Barcelona. Até lá, ele deve ser desfalque em cinco partidas pelo PSG.



Tópicos

comentários

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Desbloquear Notificações

Como desbloquear notificações

Na barra de endereço, clique no cadeado e em Notificações escolha a opção permitir, como na imagem abaixo

desbloqueio de notificação push

Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail