Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Pai de Robinho descarta volta ao Santos e diz que não adianta iludir

Santos precisa pagar 10 milhões de euros ao Milan e R$ 1 milhão de salário a Robinho

Compartilhe


Pai de Robinho descarta volta ao Santos e avisa que não adianta ficar iludindo

A esperança da diretoria do Santos em contratar o atacante Robinho diminui a cada dia. Além de o Milan recusar uma proposta de 5 milhões de euros (R$ 13,6 milhões) pelo atleta, o pai do jogador, Gilvan de Souza, garante que seu filho não voltará a Vila Belmiro na próxima temporada.

O pai do jogador, inclusive, fez um apelo para a diretoria santista não iludir o torcedor do clube. Nesta semana, o presidente Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro demonstrou otimismo em relação à contratação de Robinho e voltou a empolgar a torcida.

?Não adianta ficar iludindo o torcedor, tem que falar a verdade. O Robinho não sai do Milan. O Milan já vendeu outros atacantes e não vai vender o Robinho. Já colocaram o Robinho em vários clubes, não tem nada, ele vai permanecer no Milan?, afirmou o pai do atleta.

Gilvan fez questão de ressaltar que Robinho voltou à condição de titular no Milan, além de ?receber em dia? pouco mais de R$ 1 milhão de salário por mês. ?Ele está feliz, jogando, recebendo em dia, não tem motivos para sair. Isso é certeza (ele não joga no Santos em 2013), ele não vem?, enfatizou.

Apesar da intenção de contratar Robinho, o Santos não tem suporte financeiro para fechar o negócio. Além dos 10 milhões de euros (R$ 27,7 milhões) exigidos pelo Milan, o Santos sequer pode bancar o salário milionário pedido pelo atacante. Para voltar a vestir a camisa alvinegra, Robinho pediu o mesmo ordenado de sua última passagem pelo clube em 2010 ? R$ 1 milhão por mês.

O projeto Robinho influenciou na saída de um dos membros do Comitê Gestor, Eduardo Vassimon, que é contrário à ideia do Santos fazer loucuras para contratar o ex-camisa 7 da Vila Belmiro. Ele se desligou do grupo e a cadeira está vaga. Alguns dirigentes não apoiam o retorno do craque devido o alto custo financeiro.

O orçamento do Santos para 2013 prevê um déficit de R$ 15 milhões. Além disso, o clube possui uma das maiores folhas de pagamento do futebol brasileiro ? cerca de R$ 7,5 milhões.

O dinheiro adquirido na venda do meia Paulo Henrique Ganso ao São Paulo ? R$ 23,9 milhões ? não poderá ajudar para o Santos repatriar Robinho, pois o montante entrou no fluxo de caixa para que o clube não fechasse o ano no vermelho.

O Santos teria déficit financeiro de R$ 41 milhões caso o dinheiro da venda de Ganso e os R$ 36 milhões de luvas que a Globo pagou para renovar o contrato para transmissão de jogos, não tivessem incluído no orçamento.


Tópicos
Compartilhe
Não venda minhas informações pessoais

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se

Podcast

Selecione seus podcasts

atualizar