O Palmeiras tem mostrado que não se intimida ao jogar fora de casa nesta temporada. Na Copa Libertadores da América, são três jogos e três vitórias. No Campeonato Brasileiro, foi a vez do Atlético-PR sentir essa força alviverde. Os comandados de Roger Machado venceram com autoridade na Arena da Baixada por 3 a 1 e derrubaram a invencibilidade do Furacão de Fernando Diniz.

O técnico assumiu o rubro-negro no início do ano e disputou dez partidas, sem nenhuma derrota. A equipe era elogiada por trocas de passes envolventes e muita movimentação, mas nada disso foi colocado em prática na quarta rodada da Série A. O Palmeiras foi extremamente sólido na defesa, com apenas duas defesas de Jailson e um pequeno vacilo no gol de Pablo, aos 44 minutos do segundo tempo, e ainda apresentou grande eficiência no ataque.

 (Crédito: Jason Silva/AGIF)
(Crédito: Jason Silva/AGIF)

Bruno Henrique foi o responsável por abrir o placar em um primeiro tempo morno. No segundo, Marcos Rocha ampliou e Willian fechou a conta. Em comum, os lances tiveram jogadas trabalhadas, passes precisos e uma desatenção notável da marcação atleticana. Resultado justo e imponente do Palmeiras, que chega a oito pontos e fica na vice-liderança, atrás do Flamengo. O Furacão, com cinco pontos, pode cair para a segunda metade da tabela ao fim da rodada.

Na quinta rodada do Brasileirão, o Palmeiras tem pela frente o quarto clássico contra o Corinthians da temporada. Até agora, os rivais alvinegros ganharam duas e só perderam uma, além de terem conquistado o Campeonato Paulista, justamente com Dérbis na final. O confronto pela Série A está marcado para as 16h do próximo domingo, na Arena Corinthians. Já o Atlético-PR, no mesmo dia e horário, recebe o Atlético-MG em Curitiba.

Antes dos compromissos pelo Brasileirão, no entanto, os times mudam o foco para outras competições. O Palmeiras visita o América-MG na quarta-feira, às 19h30, no Independência, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na quinta, às 19h15, o Furacão visita o Newell's Old Boys pela primeira fase da Copa Sul-Americana, no Coloso del Parque, na Argentina.