Você precisa verificar a sua conta, acesse o seu e-mail

mais
URGENTE
Acidente em aeroporto de Teresina causa confusão em voôs para todo o país
Baixe o nosso APLICATIVO
ESCOLHA A LOJA ABAIXO: Google Play AppStore
curiosidades rede meionorte blogs notícias entretenimento esportes cidades carros

Palmeiras se reapresenta sem Ramires

O meio-campista foi liberado pela diretoria para resolver problemas particulares na China

Palmeiras se reapresenta sem Ramires
| Divulgação
Compartilhe
Google Whatsapp

Depois de dez dias de folga, o Palmeiras se reapresentou nesta segunda-feira, sem o seu reforço para o segundo semestre. Ramires foi liberado pela diretoria para acertar problemas pessoais na China, último país em que atuou, e é esperado nos próximos dias na Academia de Futebol. Informações do site Terra

Ramires rescindiu contrato com o Jiangsu Suning, da China, na metade do mês passado - despediu-se do clube em sua conta particular no Instagram em 17 de maio. Mas o Verdão informou que ele ainda tem detalhes pessoais para resolver no país asiático, onde viveu por três anos e meio.Aos 32 anos de idade, o meio-campista assinou contrato válido por quatro temporadas com o Verdão exatamente no último dia antes da folga ao elenco. O anúncio do jogador ocorreu em 13 de junho, data da vitória por 2 a 0 sobre o Avaí, pelo Campeonato Brasileiro, no Allianz Parque, que antecedeu ao período de descanso dado pelo técnico Luiz Felipe Scolari aos jogadores.

Ramires não atua regularmente há um ano e meio, o que deve exigir um trabalho particular da comissão técnica para deixá-lo em plenas condições de estrear pelo Palmeiras de acordo com a expectativa que desperta da torcida. Por isso, não há pressa para utilizá-lo, inclusiva no dia 10, quando a equipe enfrenta o Inter, em São Paulo, na ida das quartas de final da Copa do Brasil.

Em janeiro de 2018, durante a janela de transferências na Europa e, também, período de inscrições do Campeonato Chinês, Ramires recebeu uma proposta do Benfica, de Portugal. O Jiangsu contou com sua saída como certa e não o inscreveu. Como a negociação com a equipe de Lisboa não se concretizou, o volante manteve a forma atuando pelo time B do clube chinês.

O ex-volante da Seleção não atua no futebol brasileiro desde 2009, quando trocou o Cruzeiro pelo Benfica, de Portugal, após ser vice-campeão da Libertadores daquele ano. Em 2010, já estava no Chelsea, onde foi peça fundamental na conquista da Liga dos Campeões da Europa, em 2012. Saiu da Inglaterra para a China em 2016, defendendo o Jiangsu Suning.

Ramires atuou na Copa de 2010 com Felipe Melo, sendo titular na equipe de Dunga que chegou às quartas de final (cumpriu suspensão na eliminação, contra a Holanda). No Mundial seguinte, em 2014, foi convocado por Felipão e enfrentou o atual treinador do Palmeiras enquanto ambos estavam na China.

O meio-campista é a sétima contratação do Verdão para 2019. O clube trouxe até agora o volante Matheus Fernandes, do Botafogo (que só atuou duas vezes e perderia ainda mais espaço com Ramires), o meia Zé Rafael, do Bahia, os atacantes Arthur Cabral, do Ceará, Carlos Eduardo, do Pyramids, do Egito, e Felipe Pires, do Hoffenheim, da Alemanha, e o meia-atacante Ricardo Goulart, que já acertou sua volta ao Guangzhou Evergrande, da China.



Siga nosso canal no telegram
Tópicos
Compartilhe
Google Whatsapp

veja também

Central do usuário

Login pelas Redes Sociais

Nunca postaremos nada em seu nome


Login por e-mail

Use sua conta cadastrada por e-mail

Não tem conta no meionorte.com?

Cadastre-se