Em um confronto difícil no frio sulista, o Palmeiras venceu o Coritiba por 2 a 0, no Couto Pereira, e quebrou uma escrita de 33 anos sem derrotar o adversário como visitante. Com o mesmo time de uma goleada no meio da semana, o plantel de Abel assegurou a liderança do Brasileirão com gols marcados por Dudu e Rony.

Os lados do campo fizeram muita diferença para o Palmeiras. Pelo esquerdo, com Veron e Scarpa no auxílio, a força dos visitantes começou a ser mostrada. Aos sete minutos, o garoto de 19 anos ajeitou para o camisa 14, que de fora da área chutou colocado e obrigou Rafael William a fazer uma boa defesa.

Em seguida, Zé Rafael abriu o jogo para Scarpa, que fez o passe para Dudu. O camisa 7 dominou e conseguiu executar uma bela finalização, mas a bola parou nas mãos do goleiro adversário.

 Rony e Dudu foram os autores dos gols da vitória palmeirense no Couto. (Foto: Cesar Greco/Palmeiras) Rony e Dudu foram os autores dos gols da vitória palmeirense no Couto. (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

Já aos 18’, o Coxa tentou esboçar alguma reação contrária ao bombardeio palmeirense. Guilherme Biro recebeu na entrada da área e bateu para o gol. A bola, porém, explodiu na defesa alviverde.

Em uma sequência de dribles e tentativas, Marcos Rocha efetuou um bom desarme que gerou um escanteio para o Verdão – que deu resultado. Aos 22 minutos, em uma cobrança curta e tabelinha do camisa 2 com Scarpa, Dudu apareceu na entrada da área. Comemorou o torcedor presente em Curitiba-PR ao ver que o chute do ídolo parou no canto direito do gol adversário. 1 a 0 no placar.

Ao final do primeiro tempo as duas equipes criaram boas chances. Primeiro foi a vez do Palmeiras, com Rony. O atacante tentou arriscar de perna esquerda, mas o chute passou longe do gol. Depois, Igor Paixão recebeu, cortou para o meio, mas a finalização teve o mesmo final. A partida foi para o intervalo com o 1 a 0 a favor do Verdão.

Logo aos sete minutos do segundo tempo, a partida ficou paralisada por conta de uma confusão na torcida do Coritiba, perto da área em que alguns jogadores do Palmeiras estavam fazendo o aquecimento. O gás de pimenta utilizado pelos policiais chegou dentro do campo e afetou alguns atletas. Torcedores do Coxa pularam para o fosso do Couto Pereira.

Após seis minutos de pausa, a bola voltou a rolar no estádio. A intensidade foi mantida pelo Verdão apesar dos pesares, contudo, o Coritiba sabia precisar do resultado para retornar ao G4 e tentou o que podia.

Aos 14’, Thonny Anderson recebeu a bola no meio e tentou avançar. O camisa 19 chutou, mas a bola explodiu na defesa do Palmeiras. Em seguida, aos 16, mais uma boa chance para os mandantes. Bernardo arrancou pelo meio e abriu para Igor Paixão, que conseguiu o drible para cima de Gustavo Garcia. A bola chegou em Adrián Martínez, que virou e bateu para uma grande defesa de Weverton.

O time de Abel não se contentou com o placar mínimo e fez questão de ampliá-lo com Rony. Aos 17 minutos, em um belo contra-ataque do Verdão, Zé Rafael abriu o jogo para Gabriel Veron, que de primeira fez o passe para dentro da área. O camisa 10 só teve o trabalho de concluir. 2 a 0.

O VAR entrou em ação para checar um possível cartão vermelho já aos 26’. Depois da análise, Thonny Anderson foi expulso por falta dura em Rony. O Coritiba ficava com apenas 10 atletas em campo.

Ao longo do jogo, ficou notório que o Palmeiras controlava as ações da partida, enquanto o Coritiba não conseguia reagir com um a menos. Já aos 42’, após uma série de substituições feitas por Abel Ferreira, o Verdão teve a chance de ampliar ainda mais a contagem.

Jorge fez o cruzamento para dentro da área, Scarpa tentou cabecear, mas a bola chegou em Dudu do outro lado. O camisa 7 colocou para o fundo da rede, mas a arbitragem já marcava o impedimento de Gustavo Scarpa.

Já nos minutos finais de jogo, a partida foi apenas cadenciada pelos visitantes. Com o resultado, o Palmeiras assegurou a liderança com 22 pontos somados, enquanto o Coxa se afastou do G4, com apenas 15. Além disso, houve uma quebra de um tabu de 33 anos sem vencer os mandantes no Couto Pereira pelo Brasileirão.

Com informações Lance!